Guarda Municipal divulga relatório de atividades em São Carlos

A Guarda Municipal de São Carlos divulgou nessa semana o relatório da corporação relativo ao ano de 2018. A pedido da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, coordenada pelo coronel Samir Gardini, a corporação fez um comparativo com 2017.

Em 2017 a GM realizou 4.069 atendimentos, ano passado foram 4.583; as ocorrências com viatura em 2017 foram 6.200 em 2018 houve uma pequena diminuição passando para 5.819; as atuações de pessoas também diminuíram já que em 2017 foram 3.315 registros, em 2018 passou para 2.874; os flagrantes passaram de 133 em 2017 para 104 em 2018; o atendimento em virtude de alarmes em 2017 chegou a 7.996, no ano passado diminui para 7.053. As autuações de trânsito aumentaram, assim como aumentou o número de guardas capacitados para atuar nessa área e pelo fato da GM estar autuando veículos estacionados com sol alto em locais públicos como rua Larga e Praça Santa Cruz, em 2017 foram 4.123 atuações de trânsito contra 4.583 em 2018. O número de foragidos capturados também aumentou de 14 em 2017, para 23 em 2018.

 “Anteriormente a GM não trabalhava com esse tipo de relatório, desde 2017 com a mensuração dos números podemos avaliar todas as funções, operações e atendimentos e com isso, poderemos corrigir eventuais falhas e aprimorar o que está dando resultado”, explica o secretário municipal de Segurança Pública, Samir Gardini.

Gardini garantiu, ainda, que a partir de 2019, com a reestruturação da corporação, criação da Ouvidoria e Corregedoria, a Guarda passará a ser armada, inclusive a Secretaria de Segurança Pública já protocolou na Policia Federal em São Paulo o pedido para a utilização das armas. “O trabalho de reestruturação da GM continuará. Neste ano também vamos investir em veículos maiores e melhor equipados, com armamento reforçado, para criarmos a Ronda Ostensiva Municipal a Ronda Maria da Penha, para dar apoio às demais equipes e também queremos trabalhar no plano de carreira da categoria e para isso vamos readequar a Lei Municipal de criação da GM, deixando de acordo com o que estabelece a Lei Federal 13022/2014. Uniformes novos também serão adquiridos”, finaliza o secretário.

De acordo com Michael Yabuki, comandante da Guarda Municipal, relatório é um instrumento que faz parte da nova forma de trabalhar na área de segurança pública em São Carlos. “Os índices mostram o sucesso das parcerias, já que de acordo com as estatísticas da Polícia Militar os índices baixaram. Homicídios, por exemplo, de 27 em 2017 caiu para 17 em 2018. Caiu também o número de furtos de veículos de 565 para 470, portanto o trabalho que a Prefeitura vem desenvolvendo com segurança, investimentos e ações impactaram diretamente nos índices, já que houve redução em todos os índices”, destaca Michael.

Em dois anos a GM também recebeu 18 novos veículos: dez veículos novos, modelo Sandero, adquiridos com recursos próprios da Prefeitura. Dois veículos tipo SUV, também zero quilômetro, sendo um adquirido com a emenda parlamentar destinada pelo vereador Roselei Françoso e outro doado pelo Sindicato Rural de São Carlos, duas motocicletas adquiridas com emenda parlamentar do vereador Marquinho Amaral e mais quatro motos do Trânsito, além de 120 novos coletes de proteção balísticos, 60 revólveres calibre 38 da GM Campinas, 31 rádios digitais comprados com emenda parlamentar do vereador Edson Ferreira, 10 novos equipamentos elétricos incapacitantes (SPARK), 60 cápsulas e 200 sprays de pimenta, adquiridos com emendas parlamentares destinadas pelos vereadores Lucão Fernandes, Elton Carvalho, Paraná Filho e Moisés Lazarini. A Prefeitura também inaugurou um posto fixo da Guarda Municipal de São Carlos no prédio do antigo velório, ao lado do Cemitério Nossa Senhora do Carmo.