Horário do Comércio volta ao normal, porém, restrições continuam

Comércio: expectativa de vendas

A região de São Carlos vai seguir na fase amarela do Plano São Paulo. O anúncio foi feito pelo governador João Doria nesta sexta-feira, 09, no Palácio dos Bandeirantes, durante coletiva à imprensa.

Porém, o governador anunciou que o horário de funcionamento do atendimento presencial será ampliado de oito para dez horas diárias, na fase amarela. Entretanto, a capacidade máxima de público continua mantida em 40% – exceto academias, com limite de 30%.

“Com o novo anúncio, o comércio volta a ter o seu horário normalizado, seguindo o dissídio coletivo que foi acordado entre o Sincomercio, Sincomerciarios e os lojistas”, explica o presidente da ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos), José Fernando Domingues.

A partir de terça-feira, 13, as lojas poderão funcionar das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, respeitando as duas horas de intervalo. Aos sábados, das 9h às 17h, sendo os dois últimos opcionais a abertura neste horário.

Mudança também para bares, restaurantes e demais estabelecimentos com consumo local de alimentos e bebidas, o atendimento presencial é permitido entre 6h e 22h, desde que respeitados os limites de dez horas de expediente na fase amarela. Agora, os estabelecimentos com funcionamento noturno deverão fechar as portas às 22h, mas podem autorizar a permanência de clientes que já estão no local até às 23h.

Zelão volta a reforçar a necessidade de se continuar atento às medidas sanitárias. “Vamos continuar atentos, respeitando as medidas de distanciamento social e os protocolos sanitários, para seguirmos dentro dos índices do Plano São Paulo e mantermos nosso comércio em funcionamento”, enfatizou.

As normas sanitárias são as mesmas para todos os segmentos: disponibilizar higienização para funcionários e consumidores com álcool gel 70% em pontos estratégicos; os funcionários devem utilizar máscaras durante toda a jornada de trabalho, assim como os consumidores; o acesso e o número de pessoas nos estabelecimentos devem ser controlados; manter todas as áreas ventiladas; e a fila deve ter distanciamento de 2 metros entre as pessoas.