Hospital Universitário fará 700 cirurgias eletivas contratadas pela Prefeitura de São Carlos

Acordo entre Prefeitura e HU

O prefeito Airton Garcia e o secretário de Saúde, Marcos Palermo, assinaram na última quinta-feira (01/07), no Paço Municipal, o 3º Termo Aditivo entre o Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar) e a Prefeitura de São Carlos. O termo prevê a realização de 105 cirurgias eletivas ao mês no centro cirúrgico do HU, de pequeno e médio portes. Foi incorporado ao novo convênio o repasse de seis parcelas de R$ 141 mil mensais, totalizando R$ 846 mil, para o HU realizar essas cirurgias contratualizadas pelo município. Os recursos são provenientes de emenda parlamentar do deputado federal Celso Russomanno conquistada pelo vereador Malabim no valor de R$ 500 mil e com recursos do município.


Até dezembro desse ano devem ser realizadas cerca de 700 cirurgias eletivas, já contabilizados os procedimentos que já vem sendo feitos desde maio desse ano pela unidade hospitalar federal. As cirurgias são de diferentes especialidades como de ginecologia, aparelhos geniturinário, digestivo e circulatório, das vias aéreas superiores, da face, da cabeça e pescoço, e de pele.


O documento assinado prevê, além das cirurgias eletivas, a prestação de serviços de média complexidade ambulatorial e hospitalar e exames de alta complexidade. “Vamos fazer cirurgias de pequeno e médio portes entre elas de hérnia, de varizes, cirurgias ginecológicas, urológicas. São cirurgias em que o paciente opera e vai embora no mesmo dia ou, no máximo, passa apenas um dia no hospital. São cirurgias pequenas, mas que hoje representam a maior necessidade, e onde tem o maior número de pessoas aguardando na fila”, afirma Fábio Neves, Superintendente do HU-UFSCar.


A regulação da fila de espera das cirurgias continuará sendo realizada pela Secretaria Municipal de Saúde. “Em virtude da pandemia as cirurgias eletivas foram suspensas, porém agora conseguimos essa parceria com o HU e por ser um órgão governamental vamos pagar exatamente o que prevê a tabela SUS. Essa é a retomada das eletivas, onde temos uma fila represada em mais de um ano de pandemia, portanto também vamos continuar contratando os serviços da Santa Casa e outros hospitais da região conforme a disponibilidade das unidades hospitalares e de recursos”, disse Marcos Palermo, secretário municipal de Saúde.


Pelo hospital, assinou o Termo Aditivo o Superintendente do HU, Fábio Neves. O documento será ainda assinado também pela gerente de Atenção à Saúde do HU, Valeria Gabassa, e seguirá para Brasília, onde será assinado por Oswaldo Ferreira e Giuseppe Gatto, respectivamente presidente e diretor de atenção à saúde da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que administra o HU.