Ibaté completa 127 anos sem comemorações por conta da pandemia

127 anos de Ibaté

Nesta quarta-feira, 24 de junho, Ibaté completa 127 anos e,
diferentemente da sua tradição, não haverá comemorações por conta da
pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Para quem não lembra, no ano passado, o calendário dos 126 anos contou
com a apresentação da Esquadrilha da Fumaça, Festival de Balonismo,
Paramotores, Moto Festival, inaugurações e diversos shows, em especial,
da Banda IRA e da dupla sertaneja Guilherme & Santiago.

O Rodeio de Ibaté, um dos maiores e melhores eventos do país no
segmento, que seria realizado nesse ano, também teve de ser adiado para
o próximo ano. “A gente fica muito triste de não poder comemorar o
aniversário da nossa cidade, da forma que ela merece, mas temos que
continuar vigilantes e entender que esse momento enfrentado pelo mundo,
impede qualquer tipo de aglomerações de pessoas”, comentou o prefeito
José Luiz Parella.

Nem mesmo o tradicional desfile cívico vai encantar as ruas e avenidas
centrais da cidade. Nesta quarta-feira, o colorido das crianças será
substituído pelo vazio que a pandemia exige e o encanto do ato cívico
ficará para o ano que vem.

Aliás, não foram apenas as comemorações do aniversário da cidade que não
puderam ser realizadas. A tradicional Festa do Trabalhador, no dia 1º de
maio, que proporcionava alegria, lazer e entretenimento aos ibateenses,
com diversos shows e sorteio de prêmios, também ficou para o próximo
ano.

“Esperamos que tudo isso acabe logo e que o mundo volte a sua
normalidade. Ibaté é uma cidade que cresce e mantém viva sua história e
suas conquistas. Aproveito para parabenizar cada cidadão ibateense que,
mesmo com tudo o que está acontecendo, não perde a sua fé e continua
lutando pelo progresso e crescimento da nossa cidade. Parabéns, Ibaté”,
finaliza Zé Parrella.