Imunossuprimidos já podem tomar a quarta dose de vacina contra a COVID

Vacinação de crianças contra a covid-19 na UBS 5 de Taguatinga Sul

O Departamento de Vigilância em Saúde já iniciou a aplicação da quarta dose da vacina contra a COVID-19 em pessoas com 18 anos ou mais com alto grau de imunossupressão. Necessariamente este público deve estar com a terceira dose registrada há, pelo menos, quatro meses.


A imunização está sendo realizada de segunda a sexta-feira no Ginásio Milton Olaio Filho, das 7h30 às 18h30, na Fundação Pró-Memória e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do Maria Stella Fagá e do Santa Felícia, das 8h às 16h.


Neste sábado (22/01) o plantão para adultos vai ser realizado no Ginásio Milton Olaio Filho, das 7h30 às 18h30, e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do Cidade Aracy, Redenção, Vila São José, Maria Stella Fagá e do Santa Felícia, das 8h às 13h.


No domingo (23/01) a vacinação ocorrerá somente no Ginásio Milton Olaio Filho, das 7h30 às 18h30.


Entre os exemplos de pessoas com imunossupressão estão pacientes com o câncer em tratamento quimioterápico, pessoas com imunodeficiência primária grave, pessoas com HIV/AIDS, transplantados e pacientes em terapia renal (confira a lista abaixo). O objetivo da medida é aumentar a resposta imunológica dessas pessoas com menor atividade do sistema imunológico por causa de doenças existentes ou de determinados medicamentos de uso contínuo além disso, a medida considera o surgimento da variante Ômicron.

Confira a lista completa:

I – Imunodeficiência primária grave;
II – Quimioterapia para câncer;
III – Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;
IV – Pessoas vivendo com HIV/Aids;
V – Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias;
VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune – Metotrexato; Leflunomida; Micofenolato de mofetila; Azatiprina; Ciclofosfamida; Ciclosporina; Tacrolimus; 6-mercaptopurina; Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe); Inibidores da JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e Upadacitinibe);
VII – Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias;
VIII – Pacientes em terapia renal substitutiva (hemodiálise);
IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.