João, um menino que tinha sua vida voltada para Deus!

João atuava na paróquia Nossa Senhora de Fátima

Há muitos anos sou paroquiano da Nossa Senhora de Fátima e faço parte da equipe de canto que atuava na missa das 10h30 e agora na das 19 horas e ontem, 3, o sentimento na igreja era um misto de tristeza e emoção que tomou conta de todos. O acidente que vitimou o jovem João Camargo, de apenas 16 anos, um dos cerimoniários da paróquia, novamente nos fez pensar sobre a brevidade da vida, sobre o que estamos fazendo aqui e qual a nossa missão.

O padre Jonas ao celebrar a missa das 19 horas foi muito feliz em suas palavras ao se referir carinhosamente ao menino João, disse que o jovem era um santo, que tinha a vida voltada para o próximo e para Deus: “Ele colocou seu coração no eterno faz tempo!”, falou o padre.

Ao lembrar que João era um dos nossos queridos cerimoniários, especialmente da missa das 8h30, padre Jonas recordou que um dia estamos em determinado lugar e no outro Deus pode nos chamar, ou seja, devemos deixar de nos acomodar em nossas próprias teorias para viver uma vida voltada para o auxílio do nosso semelhante, para ajudar quem precisa, estender a mão aos mais necessitados e clamar a Deus por um mundo mais justo e repleto de amor. Isso é pedir demais? Claro que não, isso é dever do Cristão e padre Jonas observou bem que João se entregou a Deus de corpo e alma e foi bem claro: “Não estou aqui falando isso porque aconteceu esse fato, mas porque eu convivi com o João e tive a oportunidade de conhece-lo!”

Infelizmente, João faleceu durante um grave acidente na madrugada deste sábado, 3, na Washington Luís, a SP 310, perto de Itirapina. Segundo consta, por motivos ainda desconhecidos, a caminhonete onde o mesmo estava capotou no km 207. O carro depois que ficou descontrolado acabou invadindo um barranco ao lado da rodovia. Ainda outras pessoas ficaram feridas.

O eterno sentimento na paróquia Nossa Senhora de Fátima e que tentamos externar para os amigos da Comunidade Católica Querigma é o de conforto e esperança, com oração e fé e na crença de que o menino que estava sempre auxiliando o altar nos serviços religiosos hoje está de mãos dadas com Deus, Jesus e Nossa Senhora de Fátima e agora olhará por todos nós que ainda estamos aqui nessa terra com uma missão aberta a cumprir.

A reflexão que fica para o nosso final de semana e resto de nossos dias é exatamente o que diz o Evangelho, ou seja, nunca sabemos quando Deus nos chamará para terminarmos de cumprir nossa missão neste mundo, por isso é muito importante estarmos sempre nos esmerando para seguir os preceitos de sua Palavra.

Deus nos quer como homens de oração e também de ação, de mãos abertas e sorriso largo para que possamos dar sua alegria, como fez João durante sua breve vida, para todos que estão ao nosso redor.

Descanse em paz, caro João!

Renato Chimirri