Jovem mãe faz Vakinha Virtual para custear tratamento hospitalar

Lydi precisa de ajuda

A Lydiane é uma jovem mãe que tem três filhos. São Carlos eles: Gabi, João de 10 anos e Miguel de 8 anos. Como ela mesmo diz: “Sou pai e mãe” .

A Lydi está passando por um momento difícil em sua vida por causa de um percalço na área de saúde. “Sempre tive muita hemorragia no período menstrual e para mim era normal, ia ao médico e tomava medicação, mas em janeiro de 2022 senti muita cólica e um sangramento que nem com a medicação parou, como minha mãe já havia passado por isso resolvi marcar uma consulta na cidade de Jaú onde ela fez o seu tratamento e passou por uma cirurgia há alguns anos atrás”, conta.

No dia 26 de março, a Lydi foi até o médico, foi examinada, mas nem com os remédios seu sangramento parou. “Em 8 abril fiz uma histerectomia total com anexectomia bilateral desde então estou sem trabalhar e os custos de cirurgia, hospital, medicação, alimentação, viagens e exames são altos e estão difíceis de serem pagos, infelizmente já estou com uma dívida no hospital, pois sabemos que hoje está tudo muito caro e complicado fora as intercorrências que estão aparecendo”, afirmou.

Lydi tem hoje apoio da família, contudo eles não conseguem custear tudo. “Meus pais estão dando o suporte mais fica difícil arcar com todos os custos, por isso conversando com alguns amigos eles me apoiaram para fazer essa VAKINHA. Agradeço desde já quem puder me ajudar e a todos pelas mensagens de apoio, carinho e orações”, diz.

Para quem não sabe, a histerectomia é a retirada do útero que pode ser acompanhada da retirada ou não dos ovários. Nestes casos falamos anexectomia unilateral (um ovário) ou bilateral (os dois ovários) que foi o caso da Lydi.

Aqui o link para a VAKINHA.