Jovem sonha ser físico-teórico-prático da USP de São Carlos

Matéria na TV USP

Pedro é um menino ribeirão-pretano de 13 anos, que cursa o nono ano do ensino fundamental na Escola Estadual Professor Sebastião de Oliveira Rocha, em São Carlos (SP). Há um ano e poucos meses, mudou-se para o município são-carlense, onde sua mãe conseguiu um emprego e seus parentes moram.

Motivado pelas estrelas, o menino gosta de contemplar o céu, na tentativa de observar alguma constelação. Ele diz conhecer alguns conceitos físicos, como as leis de Newton e da gravidade, e as teorias das cordas e do Big Bang. Sabe que um físico pode estudar o Universo.

No entanto, em uma recente visita ao Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), Pedro ficou boquiaberto quando soube das várias opções existentes para um físico no mercado de trabalho; aparentou se entusiasmar com a ideia de tentar aprimorar teorias, como, por exemplo, as das cordas e do Big Bang, e contribuir com o desenvolvimento de estudos teóricos que culminem em resultados práticos.

Ou seja, Pedro quer ser um físico teórico-prático.