Jovens da geração Z investem em cursos e profissões que permitam rápida ascensão na carreira

SENAC: opção de ensino

Em janeiro, Senac São Carlos abriu as primeiras turmas do Ensino Médio Técnico em Informática; Kailani de Oliveira de 15 anos optou pelo curso por conta da proposta de ensino e possibilidade de terminá-lo já com uma profissão

Nos últimos anos, os jovens têm usado diversos artifícios para encontrar profissões que permitam rápida ascensão e que estejam relacionadas ao universo da tecnologia da informação. Apesar do segmento ser um dos que mais crescem no mundo, ele ainda possui amplo déficit profissional, como aponta a pesquisa da Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunic a&ccedil ;ão).

Segundo o levantamento, até 2024, a demanda anual da área por novos talentos será de 70 mil pessoas. Com a falta de qualificação necessária para essas vagas, poderá haver carência de quase 300 mil profissionais nesse período. No entanto, com a geração Z – nascidos entre os anos 90 e 2000 – ingressando no mundo do trabalho cada vez mais cedo, o cenário deve se alterar.

Para Rodrigo Barreto, docente da área de tecnologia da informação do Senac São Carlos, esse novo grupo é caracterizado pela ambientação digital e também pelo imediatismo, resultando em uma constante busca por ascensão. “Atualmente, é inimaginável uma empresa, independente do ramo de atividade, não ter uma demanda na área de TI. E dentro desse nicho, algumas profissões em alta são às relacionadas ao desenvolvimento de softwares, automação, gestão de sites e mídias sociais, robótica, inteligência artificial, design de jogos, entre outras”.

De acordo com o docente, essas carreiras são atrativas para a geração Z porque podem promover um rápido crescimento profissional. Rodrigo também comenta o quanto a autonomia e a flexibilidade são atributos dessa faixa etária, que vem se mostrando muito eficiente no ambiente de trabalho. “Por outro lado, a inquietação deve ser controlada para não gerar ansiedades. Por isso, é importante pedir feedbacks e desenvolver os pontos fracos”.

 

Preparação para o mundo do trabalho

Nascida em 2005, Kailani Victoria de Oliveira integra a geração Z e se considera uma nativa digital. Mesmo jovem, a adolescente já pensa em prosperar profissionalmente e, por isso, ingressou em 27 de janeiro no Ensino Médio Técnico em Informática do Senac São Carlos. Com uma proposta pedagógica inovadora e metodologia que contempla formação cidadã, o curso promove aprendizagem com autonomia e desenvolvimento de competências.

“Sempre gostei de tecnologia e cresci entre computadores. A vontade de atuar na área foi natural e a matrícula no curso do Senac é uma consequência disso. Logo nas primeiras aulas, percebi que os docentes têm outras formas de ensinar e estão muito mais próximos dos alunos. As atividades são diferenciadas e nos surpreendem constantemente. Espero sair da instituição com um bom aprendizado, ingressar na faculdade e paralelamente conquistar um trabalho no segmento de TI”, conta Kailani.

Voltado àqueles que já completaram o ensino fundamental, o Ensino Médio Técnico em Informática tem uma prática pedagógica contextualizada e prepara os estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e demais provas de admissão das universidades brasileiras, colocando-os frente a situações de ensin o-aprend izagem que possibilitam a solução de questões da vida cotidiana.

O curso compreende toda a Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio e é dividido em áreas do conhecimento, não em disciplinas: Linguagens e suas Tecnologias (língua portuguesa, artes, educação física, língua inglesa e informática); Ciências da Natureza e suas Tecnologias (biologia, física, química e informática); Ciências Humanas e Sociais Aplicadas (história, geografia, sociologia, filosofia e informática); e Matemática e suas Tecnologias (matemática e informática). Durante os três anos letivos, são desenvolvidos projetos que integram essas áreas do conheciment o e a fo rmação profissional.

Além das atividades, os alunos recebem suporte individualizado para desenvolver seu projeto de vida e carreira, em sintonia com sua história e suas vontades, e o projeto de formação profissional. Todas as aulas são dinâmicas e interativas, com simulação de situações reais em diversos ambientes da unidade, explorando toda a infraestrutura de laboratórios e espaços oferecidos. E todos os professores possuem formação sólida e experiência profissional na área.

Atuação profissional

Ao final de cada ano letivo, o aluno recebe um certificado de qualificação profissional e já tem a possibilidade de atuar no mundo do trabalho. Após o primeiro ano, ganha o título de Assistente de Suporte de Manutenção em Computadores; no segundo, é certificado como Assistente de Operação de Redes de Computadores; e, no terceiro, recebe o título de Assistente de Desenvolvimento de Aplicativos Computacionais.

Ao término do Ensino Médio Técnico em Informática, o aluno estará capacitado para atuar como técnico em informática e realizar o planejamento e a execução dos processos de manutenção de computadores, operação de redes locais de computadores e o desenvolvimento de aplicativos computacionais. Com essa formação, poderá atuar em organizações públicas e privadas de qualquer segmento, tais como as do setor de comércio, serviços, indústria, consultoria, ensino e pesquisa, por meio da prestação de serviços autônomos, temporários ou contrato efetivo. No Senac São Carlos, as aulas do Ensino Médio Técnico já começaram, no entanto, ainda existem vagas remanescentes. Para mais informações e matrículas, acesse o Portal: www.sp.senac.br/saocarlos.

 

Serviço:

Endereço: Rua Episcopal, 700, Centro – São Carlos/SP

Informações: http://www.sp.senac.br/saocarlos

Fevereiro/2020

Foto: Maurício Duch