Legislativo desmarca sessão extraordinária: crise entre Prefeitura e Câmara?

Câmara faz reunião

Em uma lacônica nota que reproduzo no parágrafo abaixo, a Câmara Municipal cancelou a sessão extraordinária que analisaria projetos de interesse da Prefeitura e que seria realizada amanhã, 7. Veja nota:

“A sessão extraordinária da Câmara Municipal de São Carlos, que seria realizada nesta quinta-feira (07/07), foi CANCELADA.

Att. Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal”.

O que essa mensagem quer dizer? Explico: a mensagem é um recado de que o ambiente político entre o Executivo e o Legislativo anda tenso e que tem faltado diálogo entre as partes. Segundo consta, os vereadores não estão satisfeitos com alguns rumos que o governo municipal vem tomando e não realização da sessão é uma resposta ao Executivo e com isso a crise entre as partes tende a se acentuar. Tanto que o próprio Secretário de Governo falará com a imprensa amanhã, logo ele que pouco vem a público dizer sobre o que acontece no Paço Municipal, pois é um homem talhado para a articulação política.

O fato é que as “trombadas” entre o Executivo e o Legislativo fraturam o que poderia ser um bom segundo mandato para o prefeito Airton Garcia. Neste momento, o governo municipal precisa de um norte, um projeto para a cidade. Quem aqui em sã consciência pode vaticinar qual é o projeto que está em prática?

Este governo tem boas realizações, assim como mandatos anteriores, todos tiveram seu valor, com exceção de um que pouco fez pelo município e que deve ser esquecido e nem ter o seu nome citado, do contrário, veste a carapuça que é uma beleza.

Falta neste momento um pouco de bom senso para todos os atores do processo político e administrativo que está se desenrolando em São Carlos. Se não houver entendimento entre todas as partes quem perde é o povo, afinal não há resolução rápida para problemas graves, tais como os da saúde, da educação, segurança pública e desenvolvimento econômico.

A cidade não pode viver em clima de expectativa, nós necessitamos de poderes que decidam pelo povo, afinal foi para isso que foram eleitos. Vaidade não serve para ninguém!

Renato Chimirri