Levantamento do Detran.SP aponta que multas por uso de celular ao volante cresceram 61% no Estado

Dados do Detran.SP apontam que houve aumento de 61% na quantidade de multas aplicadas no Estado de São Paulo por uso de celular ao volante, no comparativo entre o primeiro semestre deste ano e o mesmo período de 2021. No total, foram 140.451 autuações por esse tipo de infração nos primeiros seis meses de 2022, contra 53.964 no ano passado.

Só na capital, 109.121 condutores levaram multa por manusear, utilizar ou segurar o telefone celular ao volante entre janeiro e junho deste ano, o equivalente a 77,7% das infrações do tipo registradas em todo o Estado.

Esse índice representa 12,5% do total de multas aplicadas pelo departamento de trânsito no Estado no primeiro semestre de 2022. No mesmo período em 2018 esse tipo de infração representava 6,1% do total no Estado; em 2019, 6,5%; em 2020, 7,4%; e em 2021, 6,9%.

 “É preciso que os motoristas entendam que, assim como a bebida alcoólica, o telefone móvel não combina com direção. Um trânsito mais seguro depende do engajamento de todos”, afirma Neto Mascellani Neto, diretor-presidente do Detran.SP.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso do celular, além de gerar multa aos condutores, aumenta em 400% o risco de acidentes. Classificada como infração gravíssima pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a multa por uso de celular ao volante é de R$ 293,47, além de resultar em sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A autuação pode ainda ser combinada com outro tipo de infração, a condução de veículo sem as duas mãos ao volante, com valor de R$ 130,16 e que rende mais cinco pontos na carteira.

Dicas sobre os riscos do celular ao volante

1 – Manusear o celular dirigindo é perigoso para todos que compartilham a via, como o motorista, o pedestre, o ciclista e outros, pois causa distração. Ao desviar a atenção para o aparelho, o condutor pode se envolver em acidentes.

2 – Ao tirar a mão do volante para mexer no celular o condutor não terá o mesmo controle físico do veículo.

3 – É importante verificar as mensagens antes de sair de casa e depois de chegar ao destino, pois ao digitar uma mensagem o cérebro focará apenas nessa ação, e a direção ficará em segundo plano.

4 – Ouvir mensagens de voz enquanto dirige também traz riscos ao motorista porque causa distração, desviando a atenção de sons do trânsito como buzina e sirene.

5 – Colocar o aparelho no meio das pernas também não é indicado pois distrairá o condutor quando tocar.

6 – Dirigir mexendo no celular é uma infração gravíssima, com 7 pontos na CNH e multa de R$ 293,47.