Lucão Fernandes é eleito presidente da Câmara Municipal para o biênio 2019-2020

Lucão é eleito presidente da Câmara

A partir da primeira sessão plenária de 2019, a Câmara Municipal terá um novo presidente. Foi eleito nesta terça-feira (11), na última sessão ordinária do ano, o vereador Lucão Fernandes (MDB) – foto –, que lidera a chapa única que se apresentou ao pleito, intitulada “Independência e Harmonia entre os Poderes”, eleita com 20 votos em votação aberta. O único voto contrário foi do vereador Leandro Guerreiro (PSB), por querer alternância à presença peemedebista. A Mesa Diretora é composta pelo 1º vice-presidente Sérgio Rocha (PTB); 2º vice-presidente Robertinho Mori (PSDB); 1º secretário Luis Enrique – Kiki (DEM); e 2º secretário Azuaite França (PPS).

Lucão Fernandes, que já exerceu o cargo no biênio 2015-2016, ao se pronunciar na tribuna afirmou ser uma grande satisfação a recondução ao cargo. “Ao longo do meu trabalho de 42 anos de carteira assinada, nunca tive da minha parte a vontade de ter estrelismo. Isso nunca me diminuiu, pois meu objetivo sempre foi prestar serviço em prol da população de São Carlos”.

O futuro presidente ainda elogiou os colegas que comporão a Mesa Diretora durante a sua gestão, afirmando serem vereadores com capacidade, conhecimento e experiência e que vêm trabalhando diuturnamente pela comunidade.

INDEPENDÊNCIA E HARMONIA – Lucão Fernandes destacou a necessidade de união ao buscar soluções para os problemas da cidade. “Independente de partidos, nós precisamos trabalhar juntos, precisamos trazer o clima de harmonia entre nós. E jamais colocar um abismo entre os poderes Legislativo e Executivo, pois se fizermos isso, nós colocamos a população em um deserto”, argumentou.

O presidente atual, vereador Julio Cesar (PR), desejou sucesso à nova Mesa Diretora e ressaltou que uma gestão pública eficiente é uma gestão compartilhada, em que os projetos não são abandonados na mudança de Administração, mas sim continuados e melhorados. Ele destacou que os presidentes da Câmara têm desenvolvido essa visão e que vê a mesma atitude de implementação na próxima gestão.

Julio Cesar ainda agradeceu aos colegas vereadores, os servidores da Câmara e todos aqueles que acompanharam e participaram de alguma forma durante seu tempo na Presidência no biênio 2017-2018.

BIOGRAFIA – LUCÃO FERNANDES

Luis Carlos Fernandes da Cruz nasceu em 10 de novembro de 1961, em um pequeno sitio próximo à cidade de Rincão (SP), filho de Paulo Fernandes da Cruz e Elídia Carlos da Silva. Mudou-se com a família para São Carlos após o falecimento de seu pai, em meados dos anos 1970 quando continuou com o trabalho no campo. Aos 17 anos, casou-se com Suely Fernandes e tem duas filhas – Juliana e Fabiana – e dois netos – Helena e Samuel. Reside no bairro Santa Felícia há quase 30 anos.

Seu primeiro emprego foi na Indústria e Comercio de Artefatos de Vidros Ltda., como auxiliar de maçarico, por três anos. Depois trabalhou também na extinta CBT como auxiliar de produção – também por três anos –, até que, em março de 1981, ingressou na Prefeitura Municipal.

Funcionário público municipal aposentado – com mais de 30 anos de serviços prestados –, exerceu diversas funções como as de almoxarife, auxiliar de farmácia, coordenador do Pronto Socorro, chefe de divisão dos postos de saúde, administrativo da Coordenadoria de Meio Ambiente e gente da Defesa Civil e gestor na Farmácia Popular.

Na política, adotando o nome de Lucão Fernandes em função de seu apelido de infância, participou de seis eleições como candidato a vereador: em 1996 pelo PMN (623 votos); em 2000 pelo PDT (770 votos); em 2004 pelo PSDB (1.328 votos); em 2008 pelo PSDB (1.894 votos) – quando veio a assumir como suplente, em outubro de 2012, a cadeira do ex-vereador Normando Lima. Também em 2012, concorrendo pelo PMDB, obteve 1.846 votos e foi eleito para a legislatura 2013-2016. No mandato, foi empossado líder do Governo na Câmara Municipal no biênio 2013-14, atuando também como integrante da Comissão Interna de Saúde, e, nos dois anos seguintes, foi eleito por unanimidade pelos vereadores para ocupar a Presidência da Câmara. Em 2016, novamente pelo PMDB, foi reeleito com 2.749 votos, quando exerceu a função de presidente da Comissão Permanente de Saúde e Promoção Social no biênio 2017-2018.