Maçonaria comemora os 97 anos do Grande Oriente de São Paulo

Kamel Aref Saab - Grão-Mestre de SP
Mais de 24 mil pessoas em todo o Estado de São Paulo, que compõem cerca de 800 Lojas Maçônicas, puderam comemorar o aniversário de 97 anos do Grande Oriente de São Paulo (GOSP) no último dia 29 de julho.

A entidade, que se aproxima de seu centenário, celebrou a data comemorativa em meio a um projeto coletivo que está em desenvolvimento e que visa devolver à Maçonaria um papel histórico de vanguarda social.

Batizado de 33 Medidas para um Brasil Justo e Perfeito, a iniciativa é encabeçada por Kamel Aref Saab, Grão-Mestre Estadual do GOSP, título equivalente ao cargo de Governador do Estado na Ordem Maçônica.

O objetivo do projeto é relembrar os tempos de envolvimento na Abolição da Escravatura e na Independência do Brasil, movimentos liderados por Maçons expoentes e que o GOSP encabeça hoje uma série de seminários com a proposta de reunir a sociedade civil para discutir medidas a serem tomadas para que o Brasil deixe o cenário de crise política e econômica atual.

“Os feitos históricos no Brasil pelos Maçons desde a independência servem de embasamento para a construção de novos rumos para o país. Temos orgulho ao olhar para trás, para nossa história, mas hoje o foco da Maçonaria deve ser no que está por vir”, aponta Kamel Aref Saab.

Construção conjunta

O Grão-Mestre ainda explica que as 33 Medidas são um trabalho conjunto a ser construído, uma Pedra Bruta, como dizem os Maçons. Em resumo, a Maçonaria de São Paulo age como um catalisador, reunindo Irmãos e cabeças pensantes da sociedade brasileira para unir visões diferentes com o objetivo de resgatar valores como civismo e cidadania.

“O lançamento oficial do projeto se deu na Câmara Municipal de São Paulo com a presença de mais de 150 pessoas, entre Irmãos, Autoridades Maçônicas, Legislativas, Civis e Militares, que durante uma tarde inteira se reuniram para ouvir palestrantes renomados sobre desenvolvimento econômico, sustentabilidade, construção social e política e integração com a sociedade, pilares que sustentam o projeto das 33 Medidas”, informa Kamel Aref Saab.

Depois dessa primeira, uma série de seminários aconteceu em encontros subsequentes e o lançamento do projeto coletivo concretizado se dará em agosto, mês em que é celebrado o Dia do Maçom. Mais do que permitir uma participação ampla da sociedade, esse cronograma foi desenhado para que as 33 medidas estejam prontas para serem apresentadas à sociedade e ao Poder Público antes das eleições, quando corriqueiramente os pleiteantes a cargos públicos apresentem seus planos de governo e buscam o apoio da Maçonaria em suas candidaturas.

“Tendo em mãos um documento fruto de uma inteligência coletiva orientada pela melhora do Brasil, temos meios de exigir dos detentores do poder político a implementação de medidas fundamentais para mudar o cenário do país. A Ordem zela, acima de tudo, por um mundo melhor, e enxergamos nesse movimento um potencial de transformar o país”, finaliza o Grão-Mestre paulista.

Sobre o GOSP

Fundado em 29 de julho de 1921, o GOSP é a instituição Maçônica mais antiga presente no Estado de São Paulo, federado ao Grande Oriente do Brasil e reconhecido pela Grande Loja Unida da Inglaterra. Em seus 97 anos teve presença marcante na história do estado, como na Revolução Constitucionalista de 1932. Atualmente, o GOSP é composto por 24 mil maçons presentes em todo o estado nas mais de 800 Lojas Maçônicas.