Março de 2021 foi o pior mês da pandemia de COVID em São Carlos

UTIs tem pacientes em São Carlos

O mês de março de 2021 é o que registrou mais mortes por COVID-19 em São Carlos, foram 79 óbitos contra 64 de abril, até o dia 26. Em termos de casos  março também lidera a estatística com 3.572 confirmados, uma média de 115,23 e de óbitos de 2,55. Abril deste ano está com 2.611 confirmações, uma média diária de 100,42 e 2,46 (casos e mortes, respectivamente).

Em termos de mortes, fevereiro de 2021 tem a terceira posição com 40 óbitos, mas 1.761 casos, a média foi de 62,89 novos casos diários. A média de óbitos ficou em 1,43. Janeiro de 2021 é o terceiro em relação a casos, foram 2.432, porém 24 óbitos. A média de novos casos foi de 78.45. Já a de óbitos ficou em 0,77. A estatística começou a ser anotada desde abril de 2020.

Confira a tabela abaixo e compare mês a mês:

Dados de casos e mortes

Bairros

Com quase 700 notificações nos últimos 30 dias, o Cidade Aracy é o local onde mais se tem relatado casos de COVID-19. O Centro de São Carlos fica em segundo lugar com quase 150 no período. O Cruzeiro do Sul é o terceiro colocado, Antenor Garcia quarto e Santa Felícia o quinto. Jardim Ipanema e Jóquei Clube estão quase empatados, em sexto e sétimos lugares. Vila Prado, Jardim Beatriz e Eduardo Abdelnur vem na sequência.

Nos últimos 30 dias a faixa etária que mais teve exames positivos para a COVID-19 foi a de 18 a 30 anos, a segunda faixa mais positivada é a de 31 a 40 anos, a terceira de 41 a 50 anos. Praticamente empatados, estão menores de 18 anos e 51 a 60 anos, de 61 a 70 anos é a penúltima faixa hoje mais positiva e maiores de 71 anos, onde a vacinação tem feito efeito, representam pouquíssimos exames positivados como mostra o gráfico em questão.

Veja a tabela abaixo: