Motociclista que vinha do trabalho tem corte no pescoço por causa de linha com cerol em Franca

Cerol faz mais uma vítima/Foto: Ilustração
Uma mulher teve um corte profundo no pescoço ao ser atingida por uma linha com cerol na tarde de ontem, 2, na avenida José da Silva, Jardim Guanabara, em Franca. A vítima de 33 anos vinha do trabalho com sua Honda Biz quando diminuiu a marcha para passar por um semáforo. Nesse momento, ela sentiu que a linha atingiu seu pescoço.
Instintivamente, ela puxou a linha, tirou o capacete, jogou a moto no chão e pediu ajuda. A vítima foi socorrida com urgência para a Santa Casa de Franca onde permanece internada. O dono da linha não foi encontrado. Infelizmente, nesta época do ano, com as férias, esse tipo de prática de soltar pipas com linhas recheadas por cerol é comum em qualquer cidade e mesmo com lei específica a situação ainda persiste.
Segundo o apurado, o corte no pescoço da trabalhadora foi profundo, pegou alguns nervos, mas não atingiu as artérias. O médico que atendeu a vítima disse que ela “nasceu de novo”.