Mutirão contra a dengue começa nesta terça no Tortorelli e depois vai para o Santa Felícia

Começa o mutirão

A Prefeitura de São Carlos realiza nesta terça-feira (19/04) o mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypyi, transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febra Amarela, pelo bairro Romeu Tortorelli, seguindo depois para o Santa Felícia.


Os Agentes de Combate à Endemias, com apoio da Secretaria de Serviços Públicos, que está disponibilizando 8 caminhões, sendo 3 basculantes, 5 com carroceria carga seca e 1 retroescavadeira para o recolhimento de inservíveis, vão fazer a vistoria de imóveis com eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti e recolhimento de inservíveis encontrados nas áreas de risco. No total vão trabalhar 40 agentes no mutirão. A concentração das equipes será às 7h30 e o trabalho nas residências começa às 8h pela avenida João Stela, no Romeu Tortorelli.


“Vamos recolher inservíveis que acumulam água nas residências e o que estiver nas ruas e áreas baldias, porém não vamos recolher móveis como guarda-roupas, sofás, armários, nem fogões geladeiras, sendo que esses materiais podem ser descartados nos ecopontos da cidade”, explica Mariel Olmo, secretário de Serviços Públicos.


De acordo com Denise Scatolini, chefe da Seção de Apoio à Vigilância em Saúde e Informação da Secretaria Municipal de Saúde, o trabalho vai começar por esses locais devido a incidência de casos. “Apesar da Equipe de Combate à Endemias realizar frequentemente vistorias nas áreas de risco e passar todas as orientações, falta conscientização por parte da população, o que contribui para a proliferação do mosquito Aedes aegypti. São muitas garrafas, pneus, latas, lonas, material reciclável em local sem cobertura, brinquedos espalhados nos quintais, além de caixote de leite, balde, prato de planta, vaso com planta na água, bebedouro de animal, material de construção (vaso sanitário, tambor), caixa d’água, fonte, pneu, sucata, piscina desmontável. Também solicitamos para que os moradores não joguem entulho nas áreas públicas e façam o descarte do lixo corretamente na coleta rotineira. Cada morador deve realizar sua própria vistoria pelo menos duas vezes por semana nesta época, quando a incidência da doença é maior. A eliminação dos criadouros ainda é a principal medida preventiva de combater o mosquito transmissor”, relata Denise Scatolini.


Em 2022 já foram registradas em São Carlos 653 notificações, com 236 casos positivos de Dengue, sendo 215 autóctones e 21 importados, com 1 óbito registrado. Para Chikungunya foram registradas 5 notificações, com 5 casos descartados. Para Febre Amarela foi registrada 1 notificação, com 1 caso descartado. Para Zika nenhuma notificação foi registrada até agora.


“Na próxima semana vamos para outro bairro, porém ainda será definido em qual, a ideia é fazer em locais que tenham mais casos confirmados”, finalizou Mariel Olmo.