Na Crediacisc, procura por crédito consignado aumenta durante a pandemia

Henrique Amâncio alerta para os cuidados contra golpes do consignado

O valor de crédito novo por meio de empréstimos consignados concedido pela Crediacisc – cooperativa de crédito de São Carlos filiada ao Sicoob – já ultrapassou em R$ 230 mil o total de 2019. Durante todo o ano passado foram emprestados R$ 400 mil por meio desta modalidade. Até julho deste ano, já foram R$ 630 mil.

Os impactos causados pela pandemia do coronavírus ainda serão dimensionados, mas já é fato que o volume de crédito consignado aumentou, segundo o especialista da Crediacisc, Henrique Amâncio, justamente por causa da crise.

“A retomada da economia não acontece e as pessoas estão cada vez mais sem dinheiro”, observa Amâncio. “O consignado é a melhor alternativa”, destaca. Na Crediacisc, os juros e as condições são ainda melhores do que nos bancos tradicionais porque a cooperativa não visa lucro. “Existem boas margens para oferecer”, explica o especialista.

Os beneficiários do INSS, servidores públicos municipais, estaduais e federais, mesmo que não sejam cooperados, podem fazer empréstimos pela Crediacisc, mas o especialista faz um alerta. “Com esse aumento na procura é fundamental ficar atento aos golpes. A melhor opção é não fechar nenhum contrato pelo telefone”, alerta Amâncio.

Procurar instituições conhecidas e de credibilidade é a alternativa mais segura. A Crediacisc, por exemplo, é formada por 2 mil cooperados da cidade, nasceu a partir da Associação Comercial (Acisc) e mantém parcerias com o Sindicato dos Servidores Municipais (Sindspam) e com o Centro do Professorado Paulista (CPP).

O alerta vale principalmente depois que o governo federal publicou novas regras para estimular o consignado. Durante o estado de calamidade pública devido à pandemia, as taxas de juros foram reduzidas, o prazo para pagamento aumentou de 6 para 7 anos, a carência para começar a pagar se estendeu de 30 para 90 dias e o desbloqueio a partir do momento da aposentaria que era de 90 passou para 30 dias.

O consignado pode servir para reorganizar as dívidas se utilizado com cuidado e a orientação necessária. Uma pessoa que deve no cheque especial pode trocar a dívida pelo consignado e eliminar o problema ao longo do tempo. “Na Crediacisc nós oferecemos crédito, mas também educação financeira”, observa Amâncio.

A Crediacisc funciona em São Carlos em três endereços, avenida São Carlos, 2123, avenida Sallum, 526, e rua General Osório, 415, onde está o especialista em crédito. Por conta da pandemia o horário de funcionamento é das 10 às 15h30 e a entrada é controlada para evitar aglomerações. Mais informações pelo 3374 2221 ou www.crediacisc.com.br.