Neblina exige cautela dos motoristas nas rodovias

Dirigir em condições de baixa visibilidade requer uma série de cuidados para que a viagem transcorra em segurança; veja algumas dicas

Com a chegada da época mais fria do ano, torna-se mais comum a formação de neblina, principalmente durante as manhãs. E pegar a estrada nessas condições exige dos motoristas muita cautela. Isso porque a névoa que se forma reduz bastante a visibilidade, o que aumenta o risco de acidentes. O perigo é ainda maior em rodovias de pista simples.

Dirigir na neblina requer uma série de cuidados. Os procedimentos dependem da intensidade do nevoeiro. Em caso de neblina muito densa, a melhor decisão é parar o veículo em local seguro e esperar até que a visibilidade melhore. E local seguro, de acordo com o gerente de Operações da Eixo SP, Paulo Balbino, são os postos de combustíveis, bases da Polícia Rodoviária, bases de atendimento ao usuário (SAU), mas jamais o acostamento. Segundo ele, os motoristas devem seguir viagem em baixa velocidade até encontrar alguma dessas opções seguras.

Porém, se a intensidade da neblina permite dirigir com relativa segurança, a primeira grande dica ao motorista é não usar farol alto, pois ele prejudica ainda mais a visibilidade. O correto, segundo Paulo Balbino, é utilizar farol baixo ou farol de neblina, que lançam luz mais próximo do asfalto, onde a camada do nevoeiro é menos densa.

Outra recomendação importante é não ligar o pisca-alerta com o veículo em movimento. De acordo com Balbino, essa decisão pode provocar sérios acidentes porque o motorista que segue atrás poderá pensar que o veículo com o pisca-alerta ligado está parado e vai frear bruscamente, podendo ocasionar colisão traseira.

Evite ultrapassagens

Reduzir consideravelmente a velocidade do veículo no trecho com neblina também é medida de segurança que deve ser adotada nessas ocasiões. “Isso é importante porque, caso haja necessidade de usar os freios, a frenagem será mais segura”, afirma Paulo Balbino. Se a orientação é reduzir a velocidade, consequentemente, as ultrapassagens devem ser evitadas ao máximo. O motorista precisa estar preparado para frear a qualquer instante. Veículos, pessoas ou animais podem aparecer de repente.

Outra dica é o usuário, antes de sair de casa, buscar informações sobre as condições da rodovia, ligando para o serviço 0800 das concessionárias, no caso da Eixo SP o número é 0800 17 8998. Se as condições climáticas não forem favoráveis, o melhor a fazer é não pegar a estrada naquele momento.

Para aqueles que estão em viagem, a Eixo SP utiliza os painéis de mensagens variáveis (PMV), instalados ao longo do trecho sob concessão, para informar as condições do tráfego. Câmeras de monitoramento e viaturas operacionais paradas alertando os motoristas também são empregadas pela Concessionária para servir de apoio e orientação.

Paulo Balbino ressalta que praticar a direção defensiva é importante em qualquer momento, mas em situações que exigem maior atenção dos motoristas, como dirigir em meio à neblina, ela é fundamental. “A prudência na condução dos veículos salva vidas. Não importa se o motorista é experiente ou novato, é sempre importante dirigir com cautela”, orienta.

Sobre a Eixo SP

A Eixo SP Concessionária de Rodovias administra mais de 1.221 km de estradas que passam por 62 municípios da região de Rio Claro, no centro do Estado, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com o Mato Grosso do Sul. O maior contrato sob supervisão da Artesp (Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo) terá investimentos na ordem de R$ 14 bilhões em obras de ampliação, conservação, além da modernização de serviços ao usuário. Para mais informações acesse: www.eixosp.com.br.