Netto Donato defende que São Carlos tenha plano próprio de combate à COVID-19

Netto durante campanha eleitoral no ano passado

Netto Donato representa hoje o PSDB em São Carlos. O partido do governador João Doria é um dos que já esteve comandando a Prefeitura, porém não conseguiu à reeleição que terminou vencida pelo atual prefeito Airton Garcia. Advogado, Netto agora parte para uma nova etapa na Coordenadoria Estadual de Cidades Inteligentes. Nesta entrevista, ele fala um pouco de suas impressões sobre alguns assuntos relacionados à São Carlos. Netto disse que São Carlos precisaria ter um plano próprio para combate à COVID-19. Confira os principais trechos:

São Carlos em Rede– Netto, recentemente o governo do Estado criou a Coordenadoria Estadual de Cidades Inteligentes e o nomeou como responsável pelo setor. Ela será sediada aqui em São Carlos. Qual é a sua expectativa para este trabalho? Quais seus primeiros projetos?

Resposta-  Sim, em primeiro lugar ressalto o grande ganho para nossa cidade ao ser sede dessa coordenadoria, uma forma de demonstrar a importância de São Carlos para o Estado. O Secretário de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi, que tem dado uma atenção especial para o município, confiou no meu trabalho em estar à frente da coordenadoria de Cidades Inteligentes. A expectativa é de gerar melhor qualidade de vida para a população, através de sistemas inteligentes que ajudam os munícipios do estado, amenizando os meios burocráticos nos processos das prefeituras em conjunto ao Governo, garantindo uma resposta mais rápida e eficaz, de forma a corresponder no melhor atendimento das demandas dos seus munícipes. Acredito que de início é necessário intensificar nas prefeituras o entendimento desses novos sistemas inteligentes que podem agilizar a burocracia, gerando vantagens para os munícipios.

São Carlos em Rede- As obras para combate às enchentes tiveram, enfim, o convênio assinado com São Carlos. Como você enxerga o tratamento dado pelo governo Doria para a cidade?

Resposta- O Governo do Estado se faz presente na cidade, porém precisamos entender que para receber qualquer verba pública é necessário a elaboração de projetos pela prefeitura. Caso contrário o recurso não vem. Tenho certeza, que se São Carlos, e outro qualquer município, apresentar um projeto bem estruturado, terá o apoio do Governo do Estado.

São Carlos em Rede- São Carlos registra mais 300 mortes por COVID-19, qual sua avaliação do combate à pandemia realizado pelo município até agora?

Resposta- São Carlos vem patinando em suas decisões. Acredito que cada município necessita conhecer e estudar todos os artefatos para elaborar um plano de contingência próprio e não somente seguir o que o Estado propõe. Existem características próprias do município. Falta muito planejamento para São Carlos garantir aos munícipes uma cidade mais preparada para os atendimentos desde os casos suspeitos até os confirmados de modo a ter estrutura para atendê-los.

São Carlos em Rede- Você preferiria ver João Doria como candidato à reeleição ao governo estadual ou concorrendo ao cargo de presidente da República?

Resposta- Estamos no meio de uma pandemia. O foco no momento é total nesta situação. A questão eleitoral certamente será analisada no próximo ano.

São Carlos em Rede- Há décadas, São Carlos não tem um deputado estadual, você pensa em colocar seu nome à disposição da cidade numa eventual candidatura?

Resposta- Como homem público tenho me preparado técnica e politicamente para assumir a responsabilidade de mandatos eletivos. Sabemos que uma candidatura envolve muitas situações. O que tenho certeza é que o PSDB terá nome forte nas candidaturas para deputado estadual e federal. Independente do nome escolhido, pois dentro do partido temos grandes quadros como por exemplo, Lobbe Neto, Marquinho Amaral, Rodson do Carmo, etc.

São Carlos em Rede- O PSDB de São Carlos é um crítico do governo Airton Garcia de maneira pontual ou hoje está na oposição assim como os partidos de esquerda?

Resposta- Criticamos os erros cometidos pelo atual governo, pois acreditamos que São Carlos tem capacidade para ser muito mais desenvolvida, inteligente, tecnológica, humana. Um exemplo é a CPI da saúde proposta pelo vereador Marquinho Amaral. Aquilo que for para o bem da cidade estaremos apoiando como foi o caso da conquista da verba de mais de R$10.000.000.

São Carlos em Rede- Na sua avaliação, qual é o maior desafio que a Prefeitura de São Carlos tem que enfrentar neste momento, além da pandemia de COVID-19?

Resposta-  São Carlos segue com seus problemas crônicos, que vêm sendo “escondidos” pelo Covid-19, porém continuam existindo. Podemos destacar a enchente que agora com a ajuda do Governo do Estado, terá início  um grande trabalho para conter os estragos por ela causados na cidade toda. Destaco também esse gravíssimo problema da falta da água nas residências de quase todos os bairros da cidade. O descaso com tantos vazamentos de água potável por todo o município. Reafirmo também, o que sempre me espanta, a falta de médicos na cidade, médicos especialistas, para cuidarem dos nossos idosos, das mulheres, das crianças, de todos nós. Além da falta de estrutura nas unidades básicas de saúde e dos prontos atendimentos.

Por Renato Chimirri