O comércio está quebrado e a política não ajuda em São Carlos

Comércio começa retomada gradual/Maurício Duch

Devemos ter vários candidatos a prefeito em São Carlos no pleito da pandemia em 2020 e muito pouca união política. Fatalmente veremos poucos projetos e discussões e a eleição deverá ser pautada pela COVID-19, pelo trabalho do atual governo na pandemia e isso deve esconder problemas crônicos da cidade como a terrível falta de água assola, por exemplo, a região da Santa Felícia quase que diariamente.

Também não deveremos ter substanciais discussões em torno da melhoria do transporte público, bem como do aprimoramento do sistema de saúde e da necessidade, que me parece muito clara, de se construir uma UPA na região da Vila Nery e assim fazer com que o são-carlense possa ser atendido nos quatro cantos da cidade.

Queiram ou não, neste momento pandêmico, o prefeito Airton Garcia tem uma determinada vantagem por estar no cargo e concorrer à reeleição, ademais os seus adversários ainda não demonstraram um projeto consistente de governo que cative à população.

O que mais poderia ser impactante para um candidato neste momento é apresentar uma alternativa econômica para o caos provocado pela desaceleração da economia em São Carlos. Os comerciantes estão quebrados, as indústrias produzindo pouco, as compras não estão acontecendo como deveria, o bolso do trabalhador está vazio e com isso não temos o movimento suficiente para fazer com que a cidade tenha um giro econômico importante.

Entretanto, isso parece não preocupar os candidatos que no momento estão mais antenados em querer aparecer em redes sociais ou conceder entrevistas vazias para a imprensa. Até o momento, nenhum dos supostos postulantes ao cargo de prefeito chegou e disse: “Minha estratégia para fazer com o município alavanque sua economia é essa…”

Ninguém pensou, ninguém fala, apenas articulam, por vezes em condomínios luxuosos, ou então em postos de rodovia, e com isso a política não cresce e arte de “se tentar comer o rival” para ocupar espaço na agenda política segue e com isso São Carlos não consegue crescer de forma alguma.

Corremos um sério risco de aprofundarmos nossa crise econômica nessa eleição.

Renato Chimirri