O primeiro vacinado de São Carlos avisa: cuidado com a COVID-19!

Olha o jacaré aí...

São Carlos tem 54 internados, destes 23 estão confirmados com a COVID-19 em UTI, sendo que hoje a capacidade hospitalar deste setor está em 60,7%, talvez a maior ou uma das maiores desde o início da pandemia. A cada dia que passa vemos o negacionismo ser derrotado pelos fatos, figuras famosas que defendiam a cloroquina e o inexistente tratamento precoce aparecem com a doença porque, provavelmente, não usaram as precauções necessárias e demonstram por A mais B que a COVID-19 é uma realidade.

Mas o são-carlense ainda não se atentou para isso como deveria. Na manhã de hoje, depois de fazer uma reportagem pelo Centro da cidade, resolvi promover uma caminhada na região e notei que houve um expressivo relaxamento de muitas pessoas. Alguns andando sem máscara, outros com ela no queixo e gente aglomerando em praças como se não houvesse amanhã. Além das festas de final de ano que representaram um expressivo aumento no número de infectados em São Carlos, esse tipo de atitude certamente será fundamental para que a pandemia continue forte por aqui. A população ainda não se atentou que neste momento a curva de contágio está em franca aceleração inclusive com uma nova cepa do vírus andando por aí.

“Ah, mas agora temos a vacina!” Sim! É uma verdade, começamos atabalhoadamente a vacinação em SP e no restos do país, mas as doses são insuficientes, precisamos de insumos da China, isso mesmo, da China, aquele país que foi atacado por gente do atual Governo Federal e que não me espantaria uma demora na liberação, e, por consequência, o atraso da vacinação no Brasil.

Convém lembrar que mesmo com a vacina, ainda precisaremos manter as medidas de precaução e todos não serão vacinados rapidamente, primeiro os profissionais da saúde, aqueles que tem comorbidades, indígenas e quilombolas, depois outros grupos de risco, daí, você cidadão comum. Portanto, a vacina não está aí para lhe assegurar neste primeiro momento uma passagem livre direto para a mesa do bar ou para uma festa rave com mais de mil pessoas. A vacina chegou para começar a ajudar a curva epidemiológica a cair. Uma normalidade realmente somente no final deste ano se o processo de vacinação realmente for um sucesso e nenhum político atrapalhá-lo com idiotices como cloroquina e ivermectina.

São Carlos já teve 85 mortes e vem confirmando quase 100 contaminados por dia, cada vez mais a doença está mais perto de você, portanto não é hora para ligar o “f…..-se”, mas sim para manter o sinal de atenção na tela.

O primeiro vacinado da cidade já quis dar um rolê pelo Aracy e mostrou para todos que realmente viramos jacaré depois de tomar a vacina, mas se for para acabar com o vírus que mal tem mudar de aparência, não é?

Reiteramos, não é momento para aglomerar, fazer festa ou então andar sem máscara. Mantenha a cautela, o Coronavírus está mais vivo do que nunca e pode dizimar uma família inteira num piscar de olhos.

FOTO: Polícia Ambiental de São Carlos