O são-carlense começa a querer abandonar a máscara, mas deve repensar essa postura urgentemente

Máscara ainda é fundamental

Ontem, 30, entrei em um comércio para fazer uma compra. Fui bem atendido por uma jovem que estava de máscara e vi que sua outra companheira também estava, porém um rapaz que atua no local não usava e continuou trabalhando sem a proteção como se nada estivesse acontecendo.

Em dado momento, ele chegou perto de mim, eu levantei de onde estava e fui até a porta. Ele ficou me olhando e notou meu desconforto com sua postura, porém não colocou o equipamento, entrou para um lugar sei lá onde e eu fiz minha compra e fui embora indignado.

Confesso que estou cansado dessas situações, estava com tanta pressa que a jovem que me atendeu foi rápida e com isso preferi nem arrumar “treta” dessa vez, mas em outros lugares, com outras pessoas, eu já pedi para que se colocasse a máscara. Afinal, a pandemia de COVID não acabou e o surgimento de uma nova variante impõe medo para todas as pessoas.

Nas ruas, fazendo uma breve caminhada pelo Centro, vi muitas pessoas sem máscara, andando como se nada estivesse acontecendo. Notei que muitos param, conversam, só faltam “trocar baba” sem a máscara e se esquecem que a COVID está por aí. Em São Carlos e no resto do país ela diminuiu consideravelmente, mas ainda não foi erradicada e muito menos controlada, o sucesso da vacinação nos garante a economia funcionando, entretanto o desleixo com as máscaras e as medidas básicas de higiene pode colocar tudo a perder.

Digo isso como um alerta, pois novas variantes dentro da própria Delta já foram achadas pelo Butantan e não sabemos, ainda, se a Ômicron está em nossa região. Para se ter uma ideia do que estamos falando, essa variante foi achada ontem bem antes de aparecer na África do Sul pela 1ª vez, cientistas holandeses revelaram o fato ao mundo, ou seja, não sabemos até que ponto as cepas estão circulando por aí.

Não é sensato o são-carlense querer abandonar a máscara em locais com muita gente, mesmo que ao ar livre. Não é o momento para grandes festas, aglomerações, tanto que vemos cidades cancelando em sequência festas de carnaval e ano novo, justamente porque temem que a Ômicron nos cause grandes problemas, basta olhar para o que ocorre na Europa e EUA para termos uma ideia do que pode se passar por aqui se amolecermos na batalha ou então se ouvirmos idiotas negacionistas que ainda duvidam do vírus.

Quem anda pelo Centro de São Carlos sem máscara corre risco, pois o spray é um dos grandes causadores da COVID, isto se nele o vírus estiver presente. Graças ao SUS e a vacina a transmissão está baixa, todavia por que ficaremos brincando com fogo e daremos chance para o vírus voltar?

Se os casos aumentarem em nossa região, o comércio e demais locais voltarão a fechar e justamente as pessoas que mais precisam é que perderão seus empregos. Não caiamos nessa, vamos nos proteger.

Renato Chimirri