Pesquisador da UFSCar recebe prêmio da Sociedade Americana de Química

Jean Marcel Ribeiro Gallo foi o único de universidade latino-americana a receber reconhecimento

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) foi a única universidade da América Latina a contar com um pesquisador indicado como 2021 Class of Influential Researchers (Classe de Pesquisador Influente), pela Industrial & Engineering Chemistry Research, da American Chemical Society (ACS), a Sociedade Americana de Química. Trata-se de Jean Marcel Ribeiro Gallo, docente do Departamento de Química (DQ).

O prêmio indica os pesquisadores mais influentes na área de Química Industrial e Engenharia Química com até 10 anos de carreira independente, ou seja, a partir de quando começou a ser líder de um grupo de pesquisa. No caso da academia, conta-se a partir do momento em que se tornou professor.

“Em 2021, essa honraria foi dada a 36 pesquisadores que se destacaram na área. São todos de universidades norte-americanas e canadenses. Fui o único de universidade latino-americana na lista de premiados”, comemora Gallo.

O prêmio consiste em uma placa e na veiculação de um artigo do pesquisador em uma publicação especial (https://bit.ly/3GJGEZl) que reúne todos os vencedores. 

Destaque

O Grupo de Energia Renovável Nanotecnologia e Catálise, coordenado pelo professor premiado, obteve seu primeiro financiamento em 2016, com o projeto Jovem Pesquisador da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o que possibilitou iniciar uma nova linha de pesquisa no DQ, formando alunos de pós-graduação e criando uma infraestrutura adequada para pesquisa na área.

“Iniciar uma nova linha de pesquisa é sempre um grande desafio e, portanto, foi uma grande honra receber esse prêmio, pois mostra que estamos no caminho certo em estabelecer um grupo de pesquisa na área de Catálise Heterogênea e Química Sustentável. Embora o prêmio tenha sido em meu nome, ele representa a dedicação de alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado que não mediram esforços para realizar pesquisa de alto impacto”, afirma Gallo.

O pesquisador também ressalta a importância do prêmio para a UFSCar. “Acredito que para a UFSCar é muito relevante ter um grupo de pesquisa que é considerado entre os mais influentes das Américas. Isso, a meu ver, mostra que estamos desenvolvendo pesquisa científica com qualidade e impacto comparável com a das grandes universidades norte-americanas e canadenses.”