Pfizer pedirá autorização para vacinar crianças menores de 11 anos contra a COVID

Vacina da Pfizer contra a Covid-19 Breno Esaki/Agência Saúde DF

A farmacêutica Pfizer pedirá nos próximos dias nos EUA autorização para a vacinação contra a COVID de crianças menores de 12 anos. O CEO da empresa, Albert Bourla, explicou que isso é questão de dias. A empresa enviará dados sobre as crianças de 5 a 11 anos à FDA (Food and Drug Administration, agência de fármacos e alimentos dos EUA).

A vacinação atualmente está liberada para crianças de até 12 anos, mas como os casos tem aumentado junto aos pequenos, especialistas em saúde estão apreensivos, justamente por causa da variante Delta, mais transmissível e que se espalha rapidamente.

Nos EUA, pelo menos 26% dos casos de COVID são em crianças. Na semana, uma média de 266 crianças americanas foram hospitalizadas com a doença todos os dias da semana segundo dados do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

Se a autorização ocorrer, o Brasil deverá seguir o caminho dessa liberação, assim como fez com os adolescentes.