Piscinão da Vila Prado deve ajudar a combater as enchentes na Lagoa Serena e também no Centro de São Carlos

Airton visitou obras

O prefeito Airton Garcia, acompanhado do chefe de gabinete da Prefeitura, José Pires (Carneirinho), acompanhou na manhã desta sexta-feira (15/07), as novas etapas das obras que estão sendo realizadas no Parque São José e na Rua Itália, na Vila Prado, local onde está sendo construído um piscinão.


Airton Garcia foi até o Parque São José acompanhar os trabalhos que o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) está fazendo no local de interligações de água e esgoto. “Solicitei ao SAAE para fazer esse serviço antes da pavimentação para evitar ter que recortar o asfalto depois”, ressaltou o prefeito de São Carlos.


O projeto prevê a pavimentação asfáltica em 40.393,20 m² de área total; com 8.185,29 m² de guia e sarjeta; 9.117,38 m² de canteiro central (grama); 17.199,77 m² de passeio público, 48 bocas de lobo simples; 22 unidades de bocas de lobo duplas e 43 poços de visita.
Mariel Olmo, secretário de Serviços Públicos, acompanhou a visita e lembrou que além da pavimentação é preciso destacar o serviço de drenagem. Também será interligado um emissário de águas pluviais do Cruzeiro do Sul para o piscinão da CDHU”, destacou Olmo.


Os recursos são provenientes do Governo do Estado que enviou R$ 11 milhões para obras contra enchentes, porém como a justiça determinou que a empresa RUMO é a responsável pela obra de ampliação da seção da FEPASA à jusante da Rotatória do Cristo no valor de R$ 9.773.980,82, a Prefeitura de São Carlos destinou o restante da verba, cerca de R$ 7 milhões, para a pavimentação e drenagem do Parque São José.
No piscinão (reservatório de amortecimento de cheias) que está sendo construído na rua Itália (Travessa 8), na Vila Prado, o prefeito acompanhou a realização de uma sondagem que está sendo realizada no local para definição das cotas de entrada e saída de água no piscinão.

De acordo com o prefeito essa é uma obra muito importantes para a cidade. “Com esse piscinão aqui da Vila Prado vamos conseguir diminuir os impactos das enchentes. O reservatório vai acumular o excesso da água da chuva captada em boa parte da Vila Prado e da Vila Pelicano, evitando que chegue no bairro Lagoa Serena, aliviando também, o volume de água no centro da cidade por meio do córrego do Simeão”, afirmou Airton Garcia.


O secretário de Obras Públicas, João Muller, explicou o motivo da interdição da Travessa 8 por 30 dias ou mais. “A empresa que ganhou o processo licitatório está utilizando maquinários pesados para fazer a sondagem. Foi necessário fechar as duas pistas, uma vez que a escavadeira hidráulica não permite a realização da operação somente em um dos lados”, explicou o secretário de Obras.
O investimento é de R$ 3,1 milhões com recursos do próprio município. O piscinão da Travessa 8 quando finalizado vai ter 222 metros de comprimento, 45 metros de largura e 4,2 metros de profundidade. A capacidade de retenção vai chegar a 45.000 m3 de águas pluviais.