Prefeitura articula com SENAI qualificação profissional para pessoas com deficiência em São Carlos

O secretário da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, José Paulo Gomes, juntamente com a diretora do Departamento de Defesa da Pessoa com Deficiência, Solange Nunes, se reuniu na última terça-feira (12) com o diretor da Escola SENAI, Márcio Marinho. Na pauta da reunião a parceria em busca da formação profissional das pessoas com deficiência.

Na oportunidade Márcio Marinho reafirmou o empenho do SENAI para atender as necessidades da indústria. “São Carlos é uma cidade com um parque industrial de alta tecnologia e necessita de profissionais qualificados”, disse o diretor.

De acordo com o secretário da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, o diretor do SENAI se colocou à disposição e vai atender as demandas encaminhadas pela pasta. “A ideia é a escola oferecer cursos específicos para as pessoas com deficiência e encaminhar essas pessoas para empresas parceiras. A reunião foi excelente e destacamos a importância da garantia dos valores básicos de igualdade à pessoa deficiente, incluindo-as no contexto global de cidadania, enfatizando igualdade de oportunidades, justiça social e respeito à dignidade da pessoa humana”, finaliza José Paulo Gomes.

A Lei nº 8.213 foi implantada em 24 de julho de 1991 e teve sua regulamentação nove anos depois. O objetivo da Lei é promover a inclusão, estabelecendo a reserva de 2% a 5% das vagas de emprego para pessoas com deficiência ou usuários reabilitados pela Previdência Social nas empresas com 100 ou mais funcionários. O preenchimento da cota varia de acordo com a seguinte proporção: até 200 funcionários 2%; de 201 a 500 funcionários 3%; de 501 a 1000 funcionários 4% e de 1001 em diante funcionários 5%.