Prefeitura começa hoje testagem em massa no Grande Cidade Aracy com o objetivo de mapear os contaminados pela COVID

Exemplo do dispositivo usado teste rápido para o coronavírus — Foto: Divulgação/Dayse Euzébio/Secom-JP

A testagem para a COVID-19 que começa a ser realizada a partir de hoje, 21, no Cidade Aracy acontece nas Unidades de Saúde da Família. Foram montadas sete equipes focadas na testagem dos pacientes. “Sabemos da importância das testagens realizadas nas cinco UFSs começando hoje às 13h, a nossa expectativa é que haja adesão e que as pessoas se dirijam espontaneamente aos locais para o exame”, salientou Marcos Palermo, Secretário de Saúde de São Carlos.

A ideia da Prefeitura com os testes é dimensionar a taxa de contaminação da região do Grande Cidade Aracy. “Os testes nos permitirão o monitoramento daquelas pessoas contaminadas e assim poderemos aplicar o protocolo de controle da pandemia, farão testes crianças a partir dos dois anos e todos os adultos”, explicou.

A iniciativa visa justamente mapear também as pessoas assintomáticas, aquelas que tem o vírus, são potenciais transmissores, mas não sabem que estão contaminadas. “Queremos que as pessoas façam o teste, se protejam, fiquem em isolamento social, pois precisamos conter a contaminação no bairro que é muito alta”, ponderou.

Palermo destacou que mesmo as pessoas que foram vacinadas devem fazer testes para identificar se tem o vírus da COVID-19. “Às vezes a pessoa tomou a vacina, está imune, mas pode transmitir a doença”, ressalta.

Marcos Palermo explicou que os testes IGG e IGM demoram em torno de 15 minutos para auferir o resultados. Os testes rápidos foram doados à Secretaria Municipal de Saúde pelo Projeto ‘Leite Sem Fronteiras’ em parceria com o ParqTec, Faesp e Senar. “Como o grande Cidade Aracy é hoje o bairro com o maior número de infectados, mais de 600 pessoas que moram nessa região estão ou já tiveram a doença recentemente, vamos fazer a testagem nessas unidades de saúde da família, incluindo o Antenor Garcia, Presidente Collor e Zavaglia. Após os resultados vamos verificar se são necessárias novas medidas para essa região da cidade”, explicou o secretário, lembrando que essa testagem também foi uma solicitação da Câmara Municipal.

A Prefeitura não descarta a aquisição de mais testes e de intensificar a iniciativa na região sul por causa dos altos índices de contaminação.