Prefeitura determina: Bares e Restaurantes devem seguir a Fase Vermelha do Plano SP em São Carlos

Reunião na Prefeitura

A preocupação pelo cumprimento do plano está relacionada com o aumento
de casos positivos da doença no município

O Comitê Emergencial de Combate ao Coronavírus esteve reunido na manhã
desta quarta-feira (23), no Paço Municipal, com proprietários de bares,
restaurantes, pizzarias e lanchonetes para anunciar que o munícipio irá
seguir as novas regras de restrições relativa às atividades econômicas
não essenciais para frear o avanço da pandemia. A preocupação do
cumprimento imediato e temporário da “Fase Vermelha” do Plano São Paulo,
estabelecido pelo Governo do Estado, também se dá pelo avanço do número
de casos positivos de Covid-19 registrado no município.

Anunciado pelo Governo do Estado na última terça-feira (22), as novas
restrições do Plano São Paulo, determina que entre 25 e 27 de dezembro e
1 e 3 de janeiro, somente atividades essenciais poderão funcionar.
Nestes seis dias específicos, o atendimento presencial está proibido em
shoppings, lojas, concessionárias, escritórios, bares, restaurantes,
academias, salões de beleza e estabelecimentos de eventos culturais. As
Farmácias, mercados, padarias, postos de combustíveis, lavanderias e
serviços de hotelaria estão liberados, desde que cumpram os protocolos
sanitários contra a doença e o limite no atendimento das pessoas.

Além do cumprimento da sentença judicial em virtude de uma ação civil
pública movida pelo Ministério Público contra a flexibilização do Plano
SP no município, o coordenador do Comitê Emergencial de Combate ao
Coronavírus, Mateus de Aquino, reafirmou que o implemento das novas
determinações do Plano SP se faz necessário para uma maior
conscientização, não só por parte dos estabelecimentos comerciais, como
também, de toda a população diante ao avanço do número de casos da
Covid-19 registrado em São Carlos.

“Para nós do comitê é muito importante esse diálogo para temos o
equilíbrio diante de um assunto tão sério que é a Covid-19. Hoje temos
no município uma situação preocupante, é fato pela nossa transparência
que o número de contaminação está aumentando.  Agora é hora de cautela e
regrar o nosso convívio social, não podemos ser omissos diante desta
situação, a conscientização é fundamental para a segurança das nossas
vidas”, finalizou o coordenador Mateus de Aquino.