Prefeitura reserva recursos do 14º salário e do prêmio assiduidade em conta exclusiva

Reunião realizada na Câmara

Em reunião realizada na última sexta-feira (12/11), na Câmara Municipal, com a participação dos secretários da Fazenda, Mário Luiz Duarte Antunes e da Educação, Wanda Hoffman, de representantes do Sindicado dos Servidores Públicos e Autárquicos de São Carlos (SINDSPAM), do presidente da Câmara, Roselei Françoso e do vereador Marquinho Amaral, a Prefeitura reafirmou que desde que a justiça determinou a paralisação do pagamento do 14º salário, salário esposa e prêmio de assiduidade, decisão que atingiu todos os servidores da Administração Direta e Indireta da Prefeitura Municipal, SAAE, Fundações (Pró-Memória) FESC, PROHAB e a Câmara Municipal, os recursos estão sendo depositados mensalmente em uma conta exclusiva.


“Por determinação do prefeito Airton Garcia esses recursos estão reservados, não sendo utilizados para nenhum outro fim. Já temos reservados R$ 22.669.448,67 milhões”, revelou o secretário de Fazenda.


Desde de fevereiro de 2021 os servidores não recebem mais esses benefícios.