Primavera começa na tarde desta quarta, 22

A beleza da natureza

A mudança de estação é um fenômeno astronômico, que acontece por causa dos movimentos da Terra. Neste ano, a primavera começa na quarta-feira (22), às 16h21m. Mas por que as estações têm dia e hora certa para começar e acabar?

É tudo uma questão de movimentos da Terra

Na astronomia as estações do ano são definidas a partir de posições específicas que a Terra alcança em seu movimento ao redor do Sol. A data de início da primavera acontece quando temos a mesma quantidade de luz do sol nos dois hemisférios, Sul e Norte, o dia e a noite têm a mesma duração e isso é chamado de equinócio. Também temos outros dois pontos muito importantes conhecidos por solstícios. Isso acontece duas vezes no ano, no início da primavera e no início do outono. Já quando o dia é o mais longo do ano (e a noite mais curta) é a data que marca o início do verão. No caso contrário (noite mais longa e dia mais curto) temos o início do inverno.

Clique aqui para saber a previsão para a nova estação

Mas e o horário?

O horário está relacionado com o tempo que a Terra leva para completar uma volta em torno do Sol. Diferente do que imaginamos, o percurso total leva um pouco mais 365 dias. São cerca de 365 dias, 5 horas e 45 minutos e é por causa dessa diferença que as estações do ano também sofrem alterações de um ano para o outro. Os astrônomos conseguem definir, através de cálculos matemáticos, o horário exato de todas as próximas viradas de estações.

Sobre a Climatempo

Com solidez de 30 anos de mercado e fornecendo assessoria meteorológica de qualidade para segmentos estratégicos, a Climatempo é sinônimo de inovação. Foi a primeira empresa privada a oferecer análises customizadas para diversos setores do mercado, boletins informativos para meios de comunicação, canal 24 horas nas principais operadoras de TV por assinatura e posicionamento digital consolidado com website e aplicativos, que juntos somam 20 milhões de usuários mensais.

Em 2015, investiu na instalação do LABS Climatempo, no Parque Tecnológico de São José dos Campos (SP), que atua na pesquisa e desenvolvimento de soluções para tempo severo, energias renováveis (eólica e solar), hidrologia, comercialização e geração de energia, navegação interior, oceanografia e cidades inteligentes. Em 2019, a Climatempo passou a fazer parte do grupo norueguês StormGeo, líder global em inteligência meteorológica e soluções para suporte à decisão, e dois anos depois, em 2021, uniu-se à Somar Meteorologia, formando a maior companhia do setor na América do Sul. A fusão das duas empresas impulsiona a Climatempo a ser protagonista global de fornecimento de dados e soluções para os setores produtivos do Brasil e demais países da América Latina, com capacidade de oferecer informações precisas de forma mais ágil e robusta.

O Grupo Climatempo segue presidido pelo meteorologista Carlos Magno que, com mais de 35 anos de carreira, foi um dos primeiros comunicadores da profissão no país.