Procon São Carlos é eleito para Associação Brasileira de Procons

Juliana é a diretora do Procon São Carlos

Na manhã desta sexta-feira (18/06), de forma virtual, foi eleita a nova diretoria da Associação Brasileira de Procons (PROCONSBRASIL). A chapa é formada por Dr. Filipe Vieira (BA) na presidência e Dr. Marcelo Nascimento (DF) vice, para o biênio de 2021- 2023. A Associação Brasileira de Procons – Procons Brasil, foi criada em 2009 e reúne mais de 900 Procons. A entidade tem como objetivo fortalecer os órgãos de defesa do consumidor e consolidar a política nacional de proteção e defesa do consumidor.


Além da diretoria administrativa, também foram escolhidos os diretores das regionais e os Conselheiros.


Para conselheira titular foi eleita a Diretora do Procon Municipal de São Carlos/SP, Dra. Juliana Cortes, representando o Estado de São Paulo na nova gestão, após o apoio da Fundação Procon SP. Uma das principais ações da nova gestão, afirma a conselheira, é identificar os problemas comuns da região principalmente neste momento de pandemia e levar isso para a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), a fim de encontrar soluções de forma conjunta.


Para Juliana Cortes a representatividade marca uma nova etapa e colocará o Procon de São Carlos em lugar de destaque na Associação Nacional. “Acredito que essa representação fortalece nosso trabalho, para que possamos oferecer um serviço de qualidade aos consumidores são-carlenses, e também traz um reconhecimento do trabalho desenvolvido pela gestão, que agora representará todos os Procons de SP na Procons Brasil”, afirma.

“É competência da Procons Brasil promover ações que visem o aprimoramento e a consolidação da política nacional de proteção e defesa do consumidor, além de atuar no campo do aprimoramento legislativo em favor do consumidor e promover articulação e intercâmbio das atividades entre os Procons. Além disso, deve atuar junto aos órgãos e entidades públicos e privados ligados à defesa do consumidor, entre outros”, disse o diretor-executivo da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-SP), Fernando Capez.