Ratos de Porão e mais 6 bandas encerram o Araraquara Rock neste domingo (17) 

Ratos em Araraquara/Foto: Marcos Hermes/Divulgação

O Araraquara Rock turbina o domingo, 17 de julho, com uma programação com 7 bandas, no Teatro de Arena Prefeito Benedito de Oliveira, na Vila Melhado. O festival promovido pela Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal da Cultura e FUNDART – Fundação de Arte e Cultura do Município de Araraquara – em parceria com o SESC Araraquara, tem entrada gratuita, com capacidade para 3 mil pessoas.

A programação do Araraquara Rock apresenta: Cras (16h30), The Giant Void (17h20), A Place for Me (18h10), Bayside Kings (19h), Desalmado (19h50), Black Pantera (21h) e Ratos de Porão (22h30).

Sob o tema “Música e Convergência”, o festival gratuito recebe adultos e crianças, desde que os menores de 14 anos estejam acompanhados por um responsável. Para a entrada, será exigido o passaporte vacinal. Visando a contribuição solidária, é solicitada a doação de um quilo de alimento não perecível que será revertido para a Coordenadoria de Segurança Alimentar.

Carlos Fonseca, produtor do Araraquara Rock e coordenador executivo de Cultura, e o curador do evento, Flávio Plex, lembram que a capacidade do Teatro de Arena é de até 3 mil pessoas. Portanto, os organizadores solicitam que os interessados cheguem cedo para garantir a presença no interior do evento. Os portões do Teatro de Arena serão abertos a partir das 16 horas.

A estrutura para alimentação e bar contará com uma grande área de alimentação, com variedade e preço acessível nas bebidas. Não será permitida a entrada com bebidas no teatro, bem como não será́ permitido o consumo de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos.

O Teatro de Arena está localizado na Av. Adhemar Pereira de Barros, s/nº, na Vila Melhado. Toda a programação é gratuita.

Conheça as bandas do domingo:

– Ratos de Porão

O Ratos de Porão é uma banda brasileira de punk crossover formada em novembro de 1981, durante a explosão do movimento punk paulista. Seu primeiro disco, Crucificados pelo Sistema, saiu em 1984 e tinha músicas que se tornaram hits instantâneos como a própria Crucificados, Agressão Repressão e Morrer.

São conhecidos internacionalmente, tendo feito turnês pela América Latina, Europa e América do Norte. Atualmente estão se apresentando ao vivo com sua turnê de 40 anos, que marca também o lançamento do álbum Necropolítica, feito durante a pandemia.

– Black Pantera

O power trio de Uberaba surgiu em 2014 e lança seu primeiro álbum um ano depois, colhendo excelentes críticas em várias partes do mundo. Abriram shows de grande expressão nacional e internacional como Slayer, Sepultura e se apresentaram em festivais como Porão do Rock 2017 e 2021,  Virada Cultural, Download FR (2016) e Afropunk FR (2016),  NY (2018) e Miami 2021. Em 2022, a banda está no line up de festivais como Rock In Rio e do Primavera Sound.

– Desalmado

O Desalmado é uma das principais e mais atuantes bandas do cenário da música extrema brasileira.

Com 18 anos de estrada, seus últimos dois trabalhos colocaram a banda no circuito das principais bandas do death metal e grindcore mundial.

Atualmente, a banda divulga seu melhor e mais bem recebido trabalho Mass Mental Devolution.

– Bayside Kings

Transforma-se diariamente e mudar o mundo de dentro para fora, essa devia ser a premissa de todo ser humano que enxerga o mundo como ele deve ser visto. Com mais de 10 anos de estrada, o horizonte sempre cantou assim para os santistas do   KINGS, convictos, fortes, e cheios de combustível para queimar mais 10 anos!

Ganhando espaço dentro e fora da mídia, agora como um quarteto, levam o nome do hardcore para além da palavra, conquistando notoriedade rapidamente após iniciar o trabalho em cima e embaixo dos palcos, impactando não só a comunidade do hardcore, mas também outras que permeiam e dialogam diretamente com seus ideais. O BAYSIDE KINGS segue em tour, agora totalmente em português com seu novo material, o #LIVREPARATODOS, com personalidade única, mesclando melodia, peso e letras de questionamentos internos e externos.

– A Place for Me

Na ativa desde 2018 e com influências da nova onda do metal/hardcore, a banda de Araraquara passa pelo deathcore e djent, somando o peso a melodias marcantes. Com letras que mesclam críticas à sociedade e temas pessoais, o grupo busca inovar o cenário independente agregando uma linguagem mais moderna ao metal nacional.

Após o lançamento de um EP e três singles a banda está em processo de produção de seu segundo EP com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2022.

– The Giant Void

O The Giant Void foi idealizado em 2021 mas já nasceu cheio de experiência. E reconhecimento! A banda conta com o veterano guitarrista e produtor musical Felipe Colenci e o vocalista Hugo Rafael, um dos semifinalistas da temporada 2021 do The Voice Brasil. O álbum de estreia do The Giant Void, “Thought Insertion”, foi lançado no ano passado e já agradou logo de cara os principais críticos de rock do país.

– Cras

Formado em 2019, o quarteto de São Paulo tem influências de Hard Core, Sludge e Metal, com letras que falam sobre conflitos internos, descrença na sociedade e distúrbios psicológicos. Durante a pandemia, a banda começou a divulgar seu trabalho em lives de vários veículos da cena underground e teve uma boa resposta do público e da mídia especializada.

Com o relaxamento das regras de distanciamento social, a banda vem tocando ao vivo tendo a honra de tocar com bandas como Manger Cadavre?, RxNxS, The Dammnation, entre outros.