Resolução da Secretaria da Educação de Ibaté reorganiza calendário do Ensino Infantil

Ibaté decide sobre questão escolar

A Secretaria Municipal da Educação editou a Resolução SEMEC nº 003, que
dispõe sobre a reorganização do calendário nas escolas públicas e
privadas de Educação Infantil, na cidade de Ibaté, devido à suspensão
das atividades escolares presenciais como medida de prevenção do
contágio pelo Coronavírus (Covid-19).

As unidades de educação infantil deverão acompanhar a nova Resolução e
as diretrizes publicadas pelo Conselho Municipal de Educação, em
parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura, para
reorganizar o Calendário Escolar.

A reorganização do calendário escolar da Educação Infantil deve
considerar a reposição de carga horária de forma presencial após o fim
da emergência, a realização de atividades pedagógicas não presenciais,
sendo elas mediadas ou não por tecnologia, e a ampliação da carga
horária diária através da realização de atividades pedagógicas não
presenciais, concomitante ao período das aulas presenciais, quando
retornarem as aulas regulares.

As unidades escolares de Educação Infantil na rede pública deverão
retomar suas atividades no dia 09 de junho de 2020, com atividades de
teletrabalho para os professores e atividades remotas aos alunos,
contribuindo para a diminuição do impacto na reposição e na própria
aprendizagem.

Para reduzir as eventuais perdas e os prejuízos cognitivos, corporais e
socioemocionais às crianças de 0 a 5 anos, as aulas não presenciais
deverão utilizar recursos no sentido de orientar as unidades de creche e
pré-escola para que os gestores busquem aproximação virtual dos
professores com as famílias, de modo a estreitar vínculos e fazer
sugestões de atividades às crianças e aos pais e responsáveis.

“As orientações e atividades deverão atender as seguintes recomendações:
para crianças de 0 a 3 anos, orientações para os pais devem indicar
atividades de estímulo às crianças, leitura de textos pelos pais,
brincadeiras, jogos, músicas de criança e para crianças de 04 e 05 anos,
as orientações devem indicar, da mesma forma, atividades de estímulo às
crianças, leitura de textos pelos pais, desenho, brincadeiras, jogos,
música de criança, filmes e programas infantis pela TV e até algumas
atividades em meios digitais quando possível”, ressaltou a Secretária de
Educação, Fátima Heck Vaz.

A resolução prevê também que para o cumprimento das 800 horas na
educação infantil, mesmo não sendo pré-requisito ao ingresso no Ensino
Fundamental e não havendo previsão legal ou normativa para a Educação
Infantil à distância que regulamente a contabilização dessas atividades
remotas como dia letivo, deverá manter-se o contato, o vínculo e as
atividades remotas. “Independente dos meios utilizados, o trabalho do
professor terá papel significativo e deverá ser apoiado pessoal e
profissionalmente, como medida essencial”, contou a secretária .