Semana da luta antimanicomial será em maio

Em 18 de maio comemora-se o Dia Nacional da Luta Antimanicomial. Este movimento foi impulsionado pela Reforma Psiquiátrica Brasileira, com o objetivo, não só de mudança nos sistemas de saúde, em si, mas também por uma transformação da sociedade diante dos indivíduos com sofrimento psíquico.


A Reforma Psiquiátrica resultou na aprovação da Lei 10.216, em 2001, e dispõe sobre a garantia de direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais graves e persistentes e redireciona o modelo assistencial em saúde mental.
Este marco legal estabelece a responsabilidade do Estado no desenvolvimento da política de saúde mental no Brasil, através do fechamento de hospitais psiquiátricos, abertura de novos serviços comunitários e participação social no acompanhamento de sua implementação.


Este movimento instituiu a superação da internação como única abordagem, e a expansão, de uma rede de serviços substitutivos a estas práticas, como os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), os Serviços Residenciais Terapêuticos (SRT); os Centros de Convivência e Cultura, as Unidade de Acolhimento (UAs), e os leitos de atenção integral (em Hospitais Gerais, nos CAPS III).


São Carlos comemora essa data com mais um equipamento em Saúde Mental: o Serviço Residencial Terapêutico (SRT tipo II) que desde do último dia 23 de março já conta com o primeiro morador.
“Esta data torna-se histórica, pois acompanhar a inclusão destes usuários-moradores em nossa cidade significa devolver a cada um a dignidade, a cidadania, o direito de ir e vir e receber os cuidados em liberdade”, afirma Luciana Lujan, Supervisora CAPS II.


A moradia faz parte de uma rede de serviços extra hospitalares em saúde mental, proposto pela Reforma Psiquiátrica Brasileira, para que os usuários, moradores de internações de longa permanência nos hospitais psiquiátricos e que não receberam suporte familiar e social adequados, pudessem voltar a viver e morar na cidade de origem.
Trata-se de um serviço vinculado ao CAPS II, que oferta apoio técnico profissional, e da “Associação Beneficente dos Amigos do Recanto Renascer” (ABARP), que operacionaliza e administra a moradia.


Estes atores estão envolvidos na atenção à saúde mental dos moradores e farão as articulações com a Rede de Atenção Psicossocial para conseguir redimensionar os cuidados e atender cada demanda, fortalecendo assim, esta estratégia de desinstitucionalização.


Portanto em 2021 este movimento de encontro e luta ganha novo significado com os Serviços Residenciais Terapêuticos. Em decorrência da pandemia do novo coronavírus o grito de luta será através do apoio das redes sociais em decorrência do distanciamento social. Dessa forma, as diversas instituições do município de São Carlos irão comemorar esta data de acordo com o calendário promovido pelos CAPSs (II; AD e IJ) em parceria com a Prefeitura Municipal de São Carlos, Câmara Municipal de São Carlos e CATO (Centro Acadêmico de Terapia Ocupacional).


Durante esta semana todos podem acompanhar o trabalho pelas redes sociais, no Facebook e Instagram (CAPS II, CAPS AD e CAPS IJ – Infantil) onde serão apresentados postagens e materiais importantes sobre a Luta Antimanicomial. Instagram: caps2saocarlos, capsadsaocarlos, capsij.sanca.


Confira a programação completa da Semana da Luta Antimanicomial:

SEGUNDA-FEIRA – 17/05/2021

  • 10h – Live pelas redes do CAPS São Carlos (CAPS AD, CAPS IJ, CAPS 2) com supervisoras Larissa Foschini Boschi, Janaina Silva Junqueira Assis e Luciana Francisco Lujan (apresentação das três unidades de CAPS São Carlos bem como do Serviço de Residência Terapêutica: a importância do cuidado em liberdade;

QUARTA-FEIRA – 19/05/2021

  • 9h – Live pelo CAPS AD São Carlos com a psiquiatra Maria Luiza Gomes de Oliveira e terapeuta ocupacional Patrícia Scarabel. Temática: “Meditação” com uma breve conversa e experimentação.
  • 14h – Oficina da Loucura: Desenho. Terapia Ocupacional. CATO UFSCar “Criando lugares para acolher a falta de lugar”. Link de inscrição: https://forms.gle/EgKxHWChhJjH829P7;

QUINTA-FEIRA – 20/05/21

  • 13h – Live pelo CAPS Infanto Juvenil São Carlos. Bate Papo: O sofrimento da criança e adolescente que sofreu violência. Parceria com o Projeto da Cartilha “Eu me Protejo” com Janaina Junqueira Assis e Dayane Fernanda Rodrigues Campos;
  • 14h30 – Audiência pública na Câmara Municipal de São Carlos com a temática Saúde Mental no Município de São Carlos (link será divulgado somente no dia).

SEXTA-FEIRA – 21/05/2021

  • Sarau da UFSCar com as poesias e atividades diversas dos CAPS e rede. Será online no período da tarde. Terapia Ocupacional – CATO UFSCar: “Criando lugares para acolher a falta de lugar”. Link de inscrição: https://forms.gle/EgKxHWChhJjH829P7.