Sexta-Feira 13: Mulheres continuam sendo obrigadas a ver homens mostrando o pênis nas ruas de São Carlos

Não é fácil ser mulher em São Carlos, na região, no Estado de SP e no resto do Brasil. Hoje, sexta-feira 13, dia de azar para uns e sorte para outros, vemos relatos aterradores sobre a violência contra as mulheres. Só neste dia um homem mostrou o pênis para uma estudante na região da Cidade Jardim, usando uma moto ele foi e voltou, para realizar seu desejo insano de cometer um ato nojento desses em plena via pública. A estudante? Evidentemente que ficou muito assustada e fez o relato sobre o caso nas redes sociais para alertar suas amigas e também outras mulheres quer sejam são-carlenses ou não que passarem pela Cidade Jardim e suas inúmeras alamedas.

O que leva uma mente doentia a cometer este tipo de ato, não? Não dá para saber, só mesmo estudos qualificados para poder evidenciar, contudo você que é homem, é pai, ou irmão ou tem uma namorada, por favor, lute contra este tipo de violência porque isso poderá acontecer no futuro com uma mulher da sua família e o resultado pode não ser a fuga, como ocorreu neste caso, mas sim um estupro (crime dos mais hediondos!) ou até mesmo o pior….

Na minha modesta opinião, está nas mãos dos homens e das mulheres a luta para mudar essa cultura de machismo e exibição de força que vemos diariamente. Em São Carlos, depois de uma pesquisa que fiz como repórter com 23 anos de experiência, notei que este tipo de notícia sobre marmanjos mostrando o pênis ou se masturbando em frente de mulheres são tão comuns quanto colisões entre carro e moto no caótico trânsito da cidade. Por isso, se você tem uma amiga que vai para a casa sozinha, não a deixe, a acompanhe, seja um gentleman porque a sociedade precisa começar a se levantar contra essa cultura repugnante de violência diária contra as mulheres.

Vejo todos os dias que a maioria delas está fazendo sua parte, denunciando e buscando seus direitos, mas elas ainda são vítimas de homens que lhes socam o nariz (conforme ocorreu recentemente aqui na região) e outros mais que tentam todos os dias mostrar “valentia” que na verdade é uma grande covardia, contra as mulheres. São Carlos tem registrado com frequência feminicídios e vê que esse monstro parece que nunca dorme. Diante disso se faz fundamental que fiquemos vigilantes com o que pode acontecer.

Estamos observando também que a Polícia Militar de São Carlos, através do Comandante da Primeira Companhia, Capitão Renato Gonzalez, tem buscado uma integração fundamental com a comunidade universitária e que esse trabalho renderá frutos, pois irmanados somos muito mais fortes que esses facínoras que insistem em atacar mulheres que apenas estão exercendo seu direito de ir e vir em São Carlos.

Como frisei num artigo anterior: À luta, mulheres! E homens também!

Renato Chimirri

Imagem de Coffee Bean por Pixabay