Sindspam confirma primeiro caso de COVID-19 em aluna de escola da Prefeitura de São Carlos

Escola tem caso confirmado

O Sindicato dos Servidores Públicos e Autárquicos Municipais de São Carlos (SINDSPAM) foi comunicado nesta sexta-feira (03) que na primeira semana do retorno das aulas municipais, um estudante foi diagnosticado com o vírus da COVID-19.

Mesmo com todos os avisos de que, as escolas municipais não estão adequadas para receber os alunos neste momento pandêmico, a Secretaria Municipal de Educação voltou às aulas presenciais.

A escola em questão é a EMEB Maria Ermantina Carvalho Tarpani localizado no bairro Botafogo, a unidade onde, em fiscalização, o SINDSPAM encontrou o maior número de irregularidades e foi ignorado pela educação.

Cabe salientar que no dia 23 de agosto a tarde, os diretores do SINDSPAM se reuniram com a secretária Wanda Hoffmann e seu chefe de gabinete Carlos Colucci, onde foi apresentado o relatório com todas as irregularidades encontradas não só na Ermantina Tarpani, como também nas outras nove EMEBs vistoriadas. Foi informado neste encontro que essa unidade não poderia voltar com suas aulas no dia 30 de agosto.

Em meio à incertezas e no foco da disseminação da Variante Delta, o retornos das aulas presenciais sem as adequações sanitárias exigidas pelo protocolo é perigoso e o futuro das nossas crianças é incerto diante a essa falta de estrutura verificada pelo SINDSPAM.

Do Sindspam