Sistema de detecção de talentos esportivos desenvolvido pela USP/São Carlos conquista prêmio do Comitê Olímpico Brasileiro

No último domingo (20), o II Congresso Olímpico Brasileiro, evento organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), concedeu aos criadores do Sistema iSports o Prêmio Esporte Inovação, concurso de soluções para os desafios enfrentados pelo esporte no Brasil. O iSports – Modalidade Judô foi premiado no evento por votação popular.

O projeto, desenvolvido com o apoio do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) e alojado no ICMC-in, utiliza de matemática e estatística para coleta de dados em testes feitos para atletas de judô. O projeto foi validado pela Confederação Brasileira de Judô, com testes sugeridos pela CBJ. Todos os dados coletados são reunidos em uma nota que varia de 0 a 100. Assim, é possível comparar diferentes atletas, mas também o desenvolvimento de um mesmo esportista ao longo do tempo. De acordo com os autores, a metodologia pode ser facilmente replicada para outros esportes.

“O Projeto iSports tem como objetivo principal tornar o esporte mais inclusivo, dando oportunidade de conhecermos talentos esportivos que jamais poderiam ser reconhecidos. Ele funciona como um olheiro virtual, auxiliando na avaliação de atletas a distância”, comenta o professor Francisco Louzada, Coordenador de Transferência de Tecnologia do CeMEAI e um dos vencedores do prêmio.

Além de Louzada, fazem parte da equipe Caroline Godoy, bolsista do CeMEAI, Anderson Ara (UFPR), Leandro Carlos Mazzei (UNICAMP), Marcus Agostinho (COJ) e José Olívio Júnior (COJ). O trabalho foi premiado com R$ 15 mil e um dos autores também terá a oportunidade de viver a experiência dos Jogos Olímpicos Paris 2024.

“Essa premiação é o reconhecimento da importância do desenvolvimento de produtos acadêmicos voltados à comunidade e também nos dá um estímulo muito grande para continuarmos nossa luta em oferecer inteligência às entidades nacionais que regulam o esporte e que primam por um esporte de qualidade que possa ser mensurado com precisão”, comemora o professor.

Sobre o CeMEAI  

O Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI), com sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPIDs) financiados pela FAPESP. O CeMEAI é estruturado para promover o uso de ciências matemáticas como um recurso industrial em três áreas básicas: Ciência de Dados, Mecânica de Fluidos Computacional e Otimização e Pesquisa Operacional. Além do ICMC-USP, CCET-UFSCar / IMECC-UNICAMP / IBILCE-UNESP / FCT-UNESP / IAE e IME-USP compõem o CeMEAI como instituições associadas.

Leonardo Zacarin – Comunicação CeMEAI

com informações do Comitê Olímpico Brasileiro