Trabalho da UFSCar busca voluntários para pesquisa sobre Stalking

Pesquisa analisa o stalking

O Laboratório de Análise e Prevenção da Violência (Laprev) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) busca pessoas voluntárias para participar de pesquisa associada ao trabalho de conclusão de curso (TCC) intitulado “Preditores de medo e a identificação da vitimização por stalking no Brasil”, desenvolvido por Vanessa Akemi Odahara Abreu, estudante de Psicologia da Universidade, sob orientação de Sabrina Mazo D’Affonseca, docente do Departamento de Psicologia (DPsi) da Instituição e pesquisadora do Laprev.

A pesquisa objetiva compreender e entender os efeitos do stalking – forma de violência interpessoal caracterizada por comportamentos de assédio persistente de padrão repetitivo, intrusivo e intimidador direcionados a uma vítima que se sente incomodada e intimidada por tal conduta. O estudo visa também caracterizar os indivíduos envolvidos, bem como analisar quais são os preditores de medo presentes na população brasileira para o stalking. Nesse sentido, irá levantar dados em relação à percepção da população brasileira sobre este fenômeno, contribuindo para aprofundar o entendimento sobre o tema no Brasil.

A participação na pesquisa – aberta a todas as pessoas interessadas, com idade igual ou superior a 18 anos – consiste em responder um questionário online (http://bit.ly/2DuDl9L), com duração aproximada de 15 minutos. O prazo é até o dia 30 de abril. De acordo com Abreu, os voluntários contribuirão para a construção do conhecimento sobre o stalking e para o reconhecimento e prevenção deste tipo de violência, além de terem a oportunidade de compartilhar experiências em um ambiente anônimo e sigiloso.

Mais informações estão disponíveis no formulário (http://bit.ly/2DuDl9L) e dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail nessakemi98@gmail.comou pelo telefone (16) 3351-8745. Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 02186918.8.0000.5504).