UFSCar já entregou cerca de 14 mil protetores faciais

Mais de 40 cidades já receberam máscaras produzidas na UFSCar (Foto: Divulgação)

A produção de face shields surgiu, espontaneamente, logo no início da pandemia do novo Coronavírus. Servidores e estudantes da UFSCar voltaram esforços para apoiar quem está na linha de frente na luta contra a COVID-19: profissionais da saúde, da segurança e trabalhadores em atividades presenciais. Até o momento já foram entregues cerca de 14 mil protetores faciais a mais de 40 cidades de todo o Brasil.

 

O Professor Daniel Braatz, do Departamento de Engenharia de Produção (DEP), conta que as máscaras produzidas por seu grupo apresentam benefícios ambientais. “Parte do material é produzido com fibra de côco, o que diminui a quantidade de plástico utilizada”, explica o Professor. Além disso, usabilidade e conforto ao usuário também são essenciais para o desenvolvimento das máscaras. “Fizemos diversos testes. Não é uma simples reprodução, houve um desenvolvimento próprio das face shields”, finaliza o Daniel Braatz.

 

A viabilização da produção de máscaras, na Universidade, contou com o apoio da Reitora Wanda Hoffmann, que autorizou o uso do prédio do antigo Banco Santander, neste período, para a confecção dos protetores faciais. A Reitora também solicitou a reforma do prédio à Prefeitura Universitária (PU). “As ações dos servidores da UFSCar têm sido vigorosas. A luta contra o novo Coronavírus é de todos nós”, afirma Wanda Hoffmann.

 

A equipe da PU realizou as adequações necessárias no antigo prédio, que já foi disponibilizado ao projeto. “Foram feitos reparos na cobertura, readequações no forro, limpeza geral e higienização, dentre outras ações. Sempre que necessário nós colaboramos, também, com o transporte de materiais”, acrescenta Alex Elias Carlino, Prefeito do campus São Carlos – UFSCar.

 

Doações – Todas as máscaras são entregues sem quaisquer custos aos municípios. Para que a produção continue, as doações são essenciais. “Municípios, unidades de saúde, policiais e penitenciárias nos agradecem pelas doações. Os relatos são emocionantes, pois está difícil de adquirir máscaras e os profissionais da linha de frente não podem ficar sem proteção. Mas este mérito é de todas as equipes que vêm produzindo máscaras, das empresas que trabalham em parceria conosco e dos doadores. É um trabalho coletivo a luta contra a COVID-19”, afirma Rafael Aroca, Professor do Departamento de Computação (DC).

Para apoiar os projetos, acesse a Plataforma Institucional de doações aos projetos contra a COVID-19: http://www.fai.ufscar.br/noticia/doacao-covid-19.html

Empresas e Instituições parceiras (ordem alfabética): 1. 3M; 2. Anodiart; 3. Aquarela; 4. Bio Art; 5. Braskem; 6. CREARE; 7. Cruzeiro/ UNIFRAN; 8. Ennove; 9. Fiveltec; 10. GPE Construtora; 11. IFSP; 12. Intecmat; 13. NUMA – EESC/ USP; 14. Polimold; 15. Prefeitura Municipal de São Carlos; 16. SABIC; 17. Santa Casa de São Carlos; 18. Sartori; 19. Solis; 20. Tecnident; 21. UFTM; 22. UNESP; 23. Usifer.