UFSCar realiza primeiros exames para COVID-19 em São Carlos

Os resultados dos 11 exames serão enviados à Vigilância Epidemiológica de São Carlos
Resultados serão encaminhados à Vigilância Epidemiológica de São Carlos com cópia para os hospitais de referência

 

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) iniciou nesta quinta-feira (23) a realização dos primeiros exames para diagnóstico da COVID-19 em seus Laboratórios de Bioquímica e Genética Aplicada (LBGA) e de Bioinformática Evolutiva, do Departamento de Genética e Evolução da UFSCar, no campus de São Carlos. Os resultados dos 11 exames, provenientes de pacientes do Hospital Universitário (HU – UFSCar), serão enviados à Vigilância Epidemiológica de São Carlos com cópia para os hospitais de referência.

“Neste primeiro momento, os exames serão feitos com apoio do laboratório DNA Consult, nosso parceiro no projeto de extensão. A extração do DNA é realizada por eles e o PCR processado na Universidade”, explicou o Professor Anderson Ferreira da Cunha, coordenador do laboratório LGBA e do projeto de testes da COVID-19 na UFSCar. “Aguardamos a chegada de novos equipamentos para fazer todo o processo dentro da UFSCar”, completa o Professor.

Certificado pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio), com nível 2 em biossegurança, o Laboratório de Bioquímica e Genética Aplicada (LBGA) foi credenciado pelo Instituto Adolfo Lutz para o diagnóstico da COVID-19. “Atendemos todas as normas do Adolfo Lutz e nossos exames não necessitarão de contraprova, agilizando o diagnóstico da doença. Os docentes, técnico-administrativos e alunos que participam do projeto, de forma voluntária, foram capacitados seguindo as normas de biossegurança vigentes”, contou o professor Anderson Cunha.

A UFSCar recebeu R$ 1.970.000,00 da Secretaria de Educação Superior, do Ministério da Educação (SESu/MEC), para a realização de 5 mil exames diagnósticos da COVID-19. “Assim que tomamos conhecimento da disponibilidade do recurso para fomentar ações, visando a realização de testes para diagnóstico do vírus, fizemos gestões junto ao MEC para a aprovação do recurso. Esta é uma das contribuições da UFSCar para enfrentamento da doença COVID-19”, conclui a Reitora da UFSCar, Wanda Hoffmann.

A divulgação do resultado do exame, realizado na UFSCar, é de responsabilidade da Vigilância Epidemiológica do município de São Carlos.