[ÚLTIMA HORA] HU da UFSCar inicia retomada dos atendimentos ambulatoriais presenciais e exames

Atendimentos presenciais de ambulatórios e exames são retomados gradativamente no HU(Foto:HU-UFSCar)
São 23 diferentes especialidades e quatro tipos de exames para pacientes com doenças crônicas e quadro clínico prioritário

 

O Hospital Universitário da Universidade Federal de São Carlos (HU-UFSCar/Ebserh) iniciou neste mês de setembro o retorno gradativo da realização de exames e dos atendimentos presenciais de seus ambulatórios. Neste primeiro momento, o atendimento presencial está restrito a 60% da capacidade dos ambulatórios e a 25% dos exames e será direcionado aos pacientes com quadro clínico prioritário. A abertura total da agenda está prevista para os próximos meses. 

Ao todo, retornam às atividades presenciais 25 ambulatórios nas especialidades de Cardiologia, Pneumologia, Neurologia, Hepatologia, Imunopediatria, Nefrologia, Doenças inflamatórias intestinais, Patologias do trato genital inferior, Urologia, Medicina fetal, Ginecologia Endócrina, Diabetes, Gastrocirurgia, Cirurgia vascular, Gastropediatria, Nutrologia infantil, Dermatologia, Nutrição, Educação Física, dois ambulatórios de Infectologia, três de Clínica Médica, e de Planejamento reprodutivo (iniciando agora as atividades no HU).  

De acordo com Meliza Goi Roscani, Chefe da Divisão de Gestão do Cuidado do HU, a volta dos ambulatórios presenciais também vem para suprir uma necessidade do ensino dos estudantes da UFSCar. “Após aprovação do colegiado da Universidade, os internatos retornarão com suas atividades práticas que tinham sido suspensas por conta da pandemia de Covid-19. Agora, os ambulatórios servirão como campo rico de prática para alunos dos quinto e sexto anos do curso de Medicina”, afirma. 

Em relação aos exames, serão reiniciados os de raio-X, tomografia, doppler e ecocardiograma. 

Os pacientes atendidos neste momento da retomada gradativa dos cuidados presenciais serão aqueles que possuem doença crônica e que, devido ao seu quadro clínico, precisam de atenção mais urgente. Todos os pacientes serão encaminhados pelo sistema de regulação da Secretaria Municipal de Saúde de São Carlos e terão fluxo de atendimento específico dentro do Hospital.