Vacina contra a COVID: o atendimento gentil e encorajador na UBS da Vila Isabel

Viva o SUS!

Levar crianças para se vacinar contra a COVID sempre é uma expectativa. Quando recebi a informação pela manhã de que as vacinas já poderiam ser aplicadas em crianças com 10 anos e sem comorbidades notei que era a vez da minha filha.

Ela dormia, eram 7h30, por isso resolvi acordá-la fomos para a UBS da Vila Isabel, ao lado do Centro Municipal de Especialidades. Minha filha confessou que estava muito apreensiva, pois não é alienada e vê o que vem ocorrendo no país e no mundo com a pandemia de COVID-19.

Quando chegamos à unidade eram quatro pais e uma avó que aguardavam a vacinação. Antes das oito horas uma senhora, enfermeira do local, simpática, gentil e muito atenciosa saiu do prédio e começou a fazer a triagem. Ela explicou tudo direitinho aos pais, disse que a vacina que seria aplicada era a Pfizer, passou as senhas e disse que o processo de vacinação começaria logo.

Pouco antes de chamar a primeira criança para a vacina, a senhora voltou e explicou que vacinariam uma criança para a COVID e outra da rotina, intercalando para que ninguém esperasse muito. Todas as pessoas que estavam ali concordaram.

Chegou a vez da minha filha. Como ela é alta, parece que tem mais de dez anos, a senhora que nos recebeu já brincou: “Você tem 11 anos?” Minha filha respondeu que tinha dez e a moça na hora: “Menina, onde você chegar com esse tamanho?”

Só ali, com aquela brincadeira, ela tirou a tensão da Maria que relaxou de vez para tomar a vacina. A outra funcionária que estava na parte administrativa também muito simpática pegou a carteirinha, sugeriu uma foto (que eu já ia fazer!) e disse: “A mulher tem que ser assim! Forte e sorridente!”

A senhora enfermeira me chamou, mostrou a vacina, explicou a quantidade e tranquilamente aplicou em Maria Antonia sua 1ª dose contra  a COVID.

Maria contou que ficou feliz e emocionada por ter a oportunidade de se vacinar e agradeceu as duas funcionários municipais por ter sido tão bem atendida, numa prova de que o Sistema Único de Saúde tem seus problemas, mas é humano, sabe atender, sabe ouvir e ser exemplo. Essas duas servidoras, para quem já peço perdão por não lhes ter perguntado o nome, só tenho que agradecer pela presteza e atenção com a minha filha. Um ambiente acolhedor é fundamental neste momento delicado que vivemos.

Aos pais que podem levar seus filhos, o façam o mais rápido que puderem, porque a pandemia está atingindo aos pequenos.

A vacina salva, a imunidade coletiva de todos que estiverem imunizados é que derrotará o vírus!

Às enfermeiras e demais servidores da Unidade Básica de Vila Isabel os meus agradecimentos!

Viva ao SUS!

Renato Chimirri