Vereador acredita que licitação do transporte público pode parar na Justiça

Muller é vereador e ex-presidente da Câmara

O vereador João Muller (MDB) acredita que a Prefeitura de São Carlos terá problemas com a licitação do transporte público que está transcorrendo na praça. Nas redes sociais, Muller deu um panorama do assunto e explicou que acredita na judicialização do processo.

No dia 25 de outubro, a Comissão Permanente de Licitações (CPL) publicou a decisão sobre a habilitação das quatro empresas que participam da Concorrência Pública número 08/2016, cujo objeto é a Concessão dos Serviços de Transporte Urbano em São Carlos.

Foram inabilitadas três empresas: MJM TRANSPORTES E SERVIÇOS EIRELLI, REALIDADE TRANSPORTES e SANCETUR -SANTA CECÍLIA TURISMO LTDA  e habilitada apenas a empresa a LEAPHAR LOCADORA DE VEÍCULOS EIRELLI.


Segundo o vereador, existe o risco, em sua opinião, do processo ser declarado como fracassado ou então da judicialização fazer a  novela ficar ainda maior. “Dentro do prazo legal, ou seja, cinco dias após a decisão da CPL as três empresas inabilitadas interpuseram recursos com pedido de reconsideração sobre as referidas inabilitações. Quem quiser conhecer o teor na integra dos recursos pode acessar o seguinte endereço eletrônico: http://www.saocarlos.sp.gov.br/…/CP08.16%20-%20Recurso%20(M…“, explicou.


O vereador afirma: “Acredito que esta licitação corre o risco de ser revogada e reiniciada. Os argumentos apresentados nos referidos recursos dificultarão a decisão da CPL. Sua continuidade pode judicializar o processo”.