Vereadora pede audiência pública para discutir retorno das aulas presenciais em São Carlos

Raquel pediu audiência

A vereadora Raquel Auxiliadora (PT) pediu por meio de requerimento a realização de Audiência Pública para discussão do retorno às aulas presenciais em São Carlos. “Houve uma reunião informal, sem pauta, sem gravação e sem a presença de todas as direções escolares (pois não houve convocação formal, somente convite via grupo de whatsapp) que comunicou datas para o retorno presencial de todas as Unidades Escolares da Rede Municipal, por etapas, enviadas posteriormente por meio do ofício circular nº 015/2021 – SME-GABWH”, disse.

A Prefeitura definiu que as aulas retornam de maneira escalonada a partir de 30 de agosto e isso gerou bastante discussão entre os servidores, pais e professores.

A vereadora afirmou que lidar com as condições das escolas municipais é algo complicado. “Mesmo antes da Pandemia as escolas já possuíam condições inadequações e constantes faltas de profissionais para o acolhimento dos alunos, e hoje, diante da situação que vivemos, elas se apresentam ainda mais insalubres”, salientou.

Segundo Raquel, o processo democrático que garante espaço de discussão e diálogo se faz necessário como fundamento para encaminhamentos e deliberações acerca de interesse de toda a sociedade civil.  “Já ultrapassamos mais de 540 mil mortos, com o surgimento de novas variantes do vírus causador da COVID-19, que a cada dia contamina pessoas mais jovens e mesmo diante da ampla abertura da sociedade e das comissões do CME e dos servidores públicos do município de São Carlos, prevalece a falta de sensibilidade, de diálogo e de gestão democrática por parte da administração pública de São Carlos”, ponderou.

 Raquel disse que a audiência é uma necessidade, porque a demanda partiu do interesse dos servidores da educação e dos pais de alunos em parceria com o mandato da vereadora para a realização da audiência, com data e horário que serão definidos pela Câmara.