Vergonha: Procon-SP notifica Santander por instabilidade em serviços

Instituição deverá explicar sobre instabilidade no app, dificuldades para acessar serviços e quantos consumidores foram afetados pelo problema
 

O Procon-SP notificou o Banco Santander Brasil pedindo explicações sobre a instabilidade apresentada pelo aplicativo da instituição e sobre serviços que ficaram fora do ar. Conforme notícia veiculada na imprensa, consumidores reclamaram ontem (25/7) sobre o problema. Veja notícia aqui Link
 

O órgão de defesa quer que o banco informe até o dia 29/7 quando o problema foi constatado, o que foi feito — informando de forma detalhada os procedimentos relativos aos protocolos de segurança implementados — quais os serviços atingidos, que tipo de transações e operações foram comprometidas, quantos consumidores foram afetados e quais impactos sofreram.
 

O Santander também deverá informar quantas reclamações foram registradas; se os consumidores estão sendo direcionados para célula específica de atendimento; além de explicar como o consumidor afetado pelo problema poderá fazer para exercer direitos como contestação de saques, pagamento de encargos por falta de pagamento etc. e se há um canal alternativo para esses casos.
 

Lei Geral de Proteção de Dados — Lei 13.709/18

O Santander deverá informar se o problema afetou o seu banco de dados e que tipo de informações foram comprometidas.
 

O Procon-SP quer ainda que a empresa esclareça se adota medidas de segurança, técnicas e administrativas para proteger os dados pessoais de acessos não autorizados e de situações acidentais ou ilícitas de destruição, perda, alteração, comunicação ou qualquer forma de tratamento inadequado ou ilícito, conforme o artigo 46 da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD); se realizou treinamento dos seus colaboradores sobre a aplicação da LGPD e se tem um encarregado de dados nomeado.